Blogagem coletiva: Analisando o meu blog

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resolveram se reunir para se conhecer, postar sobre assuntos interessantes e trazer de volta o maravilhoso mundo blogueiro de antigamente. Para saber mais, é só acessar o site.

O começo de tudo

Quando eu paro pra pensar sobre o meu blog, tudo se torna meio óbvio demais. Não é desde sempre que eu adoro esse universo “blogosférico”? Comecei a me interessar por blogs e programação de layouts básicos (saudades, blogger.com!) desde os meus 12 ou 13 anos, quando vi a palavra em alguma revista adolescente. Curiosa de natureza, acessei um dos sites que o artigo indicava, e comecei a fuçar instantaneamente. Mas se eu colocar esse código aqui, o que acontece? BUM! Entre erros e acertos (mais erros do que acertos), aprendi tudo o que sei hoje, e ganhei um bônus: entrei com tudo nesse mundo de blogs e me apaixonei por ele.

Durante os meses e anos que vieram, não consegui manter um blog por muito tempo; além do fato de eu ser muito nova, o termo “blog” ainda não era popularizado e eu não tinha muito sobre o que escrever, realmente. Portanto, entre uma criação e uma exclusão e com conhecimento de HTML e CSS básico, comecei a me interessar pelo WordPress. Tive dois blogs em WordPress antes do Fluffy, e ainda não sei se deveria mencionar os nomes aqui, mas lá vai: o primeiro era o Rock Deluxe e o segundo era o Urbantopia. Tenho sentimentos únicos pra cada um deles, e não sei muito bem defini-los, mas eles me identificaram por um tempo da minha vida. Mas o objetivo aqui é falar do Fluffy.

O nascimento do Fluffy

O Fluffy nasceu em um período em que eu queria uma ocupação extra nos meus dias, como um hobby, e sentia saudades de programar e criar layouts. Então, em um certo dia, resolvi que queria um novo blog, e o primeiro passo era escolher um bom nome do qual eu não enjoaria. Sempre gostei de nomes curtos, de uma palavra, de fácil memorização e, a princípio, em português. Pesquisei várias palavras que me definiam e, apelando para o segundo idioma, cheguei em variações de cute, lovely e assim vai. Descobri a palavra fluffy naquele dia e, assim que ouvi a voz do Google falando-a, decidi que seria ela! Mesmo não sendo em português, é uma palavra relativamente fácil e curta. Bingo!

Fluffy é uma definição para algo fofo, peludinho, cuti-cuti. Agora imaginem coelhinhos. Qual é a primeira coisa que a Gabi fala? “Aaaai, que fofo!”. Não pegou o espírito da coisa? Digitem “fluffy” no google e vejam as imagens; não tem nada mais a minha cara do que isso. Já houve uma época em que pensei em mudar, pois a palavra confunde algumas pessoas com as letras repetidas, e outras falam flúffy, ao invés de flãffy. Hoje não ligo para essas coisas; sinto que essa palavrinha virou quase minha marca registrada, e não penso em mudar.

Eu sempre fui uma pessoa muito ligada ao visual, devido à minha formação (quando criei o blog, ainda estava na faculdade, mas hoje sou formada em Design Gráfico), então eu sempre criava meus layouts cuidando até nos mínimos detalhes, o que acabava enchendo ele de coisas. Eu adorava minhas versões anteriores, e acho que muitos leitores também, mas com o tempo senti a necessidade de algo mais limpo, que dê mais destaque ao conteúdo ao invés do visual. O próximo passo é o flat design! ♥︎

Acho que, de tanta dedicação que deposito nesse espaço virtual, ele já é praticamente uma parte de mim. Eu adoro compartilhar coisas legais, postar quase todos os dias (quando consigo) e acompanhar a repercussão dos posts. Fico muito feliz nos dias em que eu posto resenhas, playlists, inspirações, dicas, Follow Friday e muito mais, e recebo comentários, demonstrando que há leitores prestando atenção ao que é escrito. Se fosse só esse o meu motivo de criar o blog, eu já seria bem realizada.

POSTS RELACIONADOS

17 comentários

  1. Responder

    Laisa Helena

    outubro 24, 2014

    Oi Gabi, sempre tenho curiosidade de saber porque as pessoas criaram seus blogs e que lindo esse sentimento que tu tens pelo Fluffy. Amei, amei [heart]! Criei meu blog há pouco tempo mas SEMPRE pensei em criar um e estou tão feliz pelo retorno que eu recebo das pessoas e já percebi que tu também gosta muito disso [happy] . Parabéns pelo Fluffy ele é maravilhoso, lindo e fofo, daqueles que a gente não tira da barra de favoritos hehehe.
    Beijos ♥

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 27, 2014

      Laisa, é muito boa a sensação de saber que algo que a gente faz com carinho é reconhecido pelas pessoas. Só isso faz todo o esforço valer a pena, né? <3
      Beijos.

  2. Responder

    Divana

    outubro 24, 2014

    Oi Gabi!
    Desde que visitei o seu blog pela primeira vez morri de amores por ele. Tanta qualidade, tanta beleza, tanto conteúdo bacana!
    Fluffly é muito amor [love] .
    Abraços!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 27, 2014

      Obrigada pelo carinho, Divana! É bom saber que você gosta, além do layout, do conteúdo daqui! <3
      Ótima semana pra você.

  3. Responder

    Mariana Oliveira

    outubro 24, 2014

    Fluffy combina mesmo com seu blog, tudo aqui é uma gracinha e dá vontade de apertas (?) haha
    Fiquei curiosa para ver seus layouts anteriores, acho este atual lindíssimo, tem algum post mostrando os seus anteriores?
    Quando conheci seu blog (pouquíssimo tempo) já era este layout, queria ter acompanhado antes.
    Uma perguntinha, essa fotinho foi você quem tirou? Muito amor esse gatinho <3 awn!
    Um Beijo.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 27, 2014

      Mariana, na verdade só tenho a página “sobre” com as miniaturas dos layouts antigos, não tenho nada em tamanho maior: http://fluffy.com.br/sobre
      E sobre a foto, não é minha. Mas é um amor mesmo, haha <3
      Beijo.

  4. Responder

    Beatriz Cavalcante

    outubro 24, 2014

    Você tem razão com os nomes pequenos. Eu lembro que entrei no seu blog mas não salvei nem nada do tipo, depois me matei para achar mas sempre ficava: é flu alguma coisa, até achar. Também era do time dos que escreviam fluffy e olhava mil vezes pro banner para escrever certo. Agora aprendi, hahahaha. Mas não sei, se aqui mudasse o nome por exemplo, eu ia ficar muito triste. [lol]

    Uma análise rápida de leitora: lindo, fofo, delicado e altamente viciante. <333

    Beijos!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 27, 2014

      O nome é complicado mesmo no início, mas depois se aprende, haha!
      Adorei a tua análise rápida, e nem sei o que responder, é tanto amor! <333

  5. Responder

    Jessica M

    outubro 24, 2014

    Faz tempo que acompanho o Fluffy, e me lembro que assim que entrei, me apaixonei.
    Comecei minha paixão por codificar quando criei meu portfolio no blogger e quis mudar os códigos. Era tão bom ver que dos erros e acertos poderia sair um layout do jeito que eu queria. Aí me gostei tanto disso que criei o Honey Pixel e virou paixão blogar.
    O layout do seu blog é inspiração pra mim, considero uma referência em organização [heart]!
    Ps.: nunca tinha digitado fluffy no google e tive um ataque de fofura rsrsrs
    Beijos!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 27, 2014

      Acho que fazemos parte da mesma fase de blogs, mais ou menos. Às vezes até sinto saudades daquela ingenuidade, da curiosidade, da simplicidade. Mas acho que a blogosfera nunca foi tão linda e unida como hoje <3
      Eu sempre admirei os layouts dos blogs grandes, sabe, e saber que o meu é inspiração de alguém é muito... inacreditável. E digitar fluffy no google é uma ótima forma de entender o nome do blog, haha!
      Beijo.

  6. Responder

    Isa

    outubro 25, 2014

    O nome do seu blog me lembra a Agnes do Meu Malvado Favorito. “So fluffly!!!!!!!” É muito engraçado ela falando isso dos unicórnios que ela ama a e acha fofinho! E o nome tem a sua cara também Gabi, você é super fofa e querida!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 27, 2014

      Isa, foi por isso que, na Universal de Los Angeles, eu comprei um unicórnio da Agnes, ahahah! <3

  7. Responder

    Patricia Leardine

    outubro 25, 2014

    Eu também faço parte de quem viu o seu blog e se apaixonou de primeira. Do tipo ficar contente toda vez que sai um post novo. As cores, o jeitinho dele… Eu me sinto numa almofada. Eu não sei porquê eu disse isso, mas a sensação é exatamente essa. Uma almofada para descansar, para ler algo bacana ou simplesmente apreciar fotografias. Mesmo que você mude o conceito para flat, ainda vai ficar muito legal.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 27, 2014

      own, uma almofada! Adoro almofadas, haha! <3
      Obrigada pelo carinho.

  8. Responder

    Jaque

    outubro 25, 2014

    Adorei o post porque conheci um pouquinho da história do Fluffy e principalemente porque agora aprendi a pronunciar o nome direitinho, e olha que é bem mais legal assim! hahaa

    Beijos

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 27, 2014

      Jaque, até pensei em fazer um vídeo pra ensinar as pessoas a falarem o nome direitinho. Porque não é uma palavra tão conhecida, e fica bem mais legal quando dito certinho mesmo <3 haha

  9. Responder

    Ana

    outubro 31, 2014

    Eu comecei assim também, sabe? Fiz uma página em HTML sozinha no Geocities na época (lá pelos idos de 99/00), e aprendi tudo sobre webdesign sozinha praticamente. Só depois fui fazer cursos e me especializar na área. Até enjoar e decidir mudar de carreira. 🙂

    Ter um blog é muito legal, né? Eu já tive minhas fases de querer parar e acabar com tudo, mas nunca mais apago meu blog. Já apaguei 3 antes do meu atual e me arrependi depois. O atual teve que mudar de nome forçadamente, mas os arquivos continuaram lá.

ESCREVA UM COMENTÁRIO