Jay Asher e Carolyn Mackler – O futuro de nós dois

Resenha do livro O futuro de nós dois

O futuro de nós dois
Jay Asher e Carolyn Mackler
Editora Galera Record, 2013
384 páginas

Submarino Saraiva

É 1996, e menos da metade dos alunos das escolas de ensino médio nos Estados Unidos já tinham usado a internet. Emma acaba de ganhar o primeiro computador e um CD-ROM da America Online de Josh, seu melhor amigo. E ao instalar o programa, logo no primeiro acesso, descobrem que acabam de entrar no Facebook, dali a quinze anos. Todos se perguntam como será o futuro. Josh e Emma estão prestes a descobrir…

Como falar de um livro que me conquistou desde a primeira página?

O futuro de nós dois sempre foi uma capa que me chamou a atenção. Mesmo que eu não soubesse do que se tratava (e eu não sabia mesmo até o momento em que comecei a ler), ainda assim eu queria lê-lo. Vocês já passaram por isso, de querer um livro só pela capa? Quando decidi comprar, dei uma de preguiçosa prática: ao invés de ler a sinopse e algumas resenhas no Skoob, resolvi perguntar no Twitter se alguém tinha lido e se tinham gostado. Várias pessoas me responderam e me incentivaram a ler essa história, mas uma em especial me ofereceu o livro. Era um desapego, e ela, muito carinhosamente, me enviou esse presente. Essa pessoa querida foi a Isa do blog Quase de manhã (visitem o blog dela porque vale a pena). 😉

Enfim, introdução dada, agora vamos à resenha, propriamente dita.

Você já sabe o que é o Facebook e como ele funciona. Até talvez acesse todos os dias. Porém, as pessoas de 1996 não sabem o que é esse negócio. Bem, menos Emma Nelson. Aconteceu quando ela ganhou o primeiro computador como presente de consolação de seu pai, que estava esperando a nova filha de um novo casamento, e seu ex-amigo e vizinho, Josh Templeton, bateu à sua porta. Vale ressaltar, antes de qualquer coisa, que os dois eram como unha e carne, sempre grudados. Brincavam juntos, se conhecem como poucos e compartilhavam o dia a dia. Até que há seis meses tudo mudou. Porém, naquele dia, Josh bateu à sua porta para lhe entregar um CD da AOL, que dava direito a várias horas grátis de internet. Só tinha que esperar quase uma hora pra terminar o download do programa e tudo o mais, mas quem se importa? 😀 Depois de uma corrida e um banho, Emma finalmente conseguiu logar e criar uma conta de e-mail. Só que o site que abriu foi… o Facebook… em 1996. E é claro que Emma e Josh não tinham ideia do que era aquele emaranhado de informações confusas. Até descobrirem que esse site era nada menos do que… o futuro! Como seria a vida de cada um deles dali a 15 anos?

Sério, pessoal: esse livro é DEMAIS! Para quem, como eu, não tinha lido a sinopse e estava começando a leitura somente baseada em opiniões de outros leitores, eu me surpreendi MUITO! Como eu já falei (mas vale ressaltar), eu me agarrei à história desde à primeira página e dei altas gargalhadas com coisas que eu passei e nunca mais pensei a respeito. Por exemplo, qual proteção de tela escolher: a parede de tijolos ou os encanamentos? Se você se lembra disso, bate aqui! 🙂

Essa leitura traz toda uma nostalgia, e se você é da época de 90, certamente vai se divertir, dar boas risadas e sentir saudade dessa época boa – mas nem tanto, afinal a gente não podia ficar na internet o tempo que quisesse, principalmente se alguém quisesse usar a linha do telefone, haha!

Emma e Josh são personagens pra lá de encantadores, apesar de eles conseguirem enxergar tudo (inclusive o futuro dali a quinze anos!) mas não enxergam o que estava na frente de seus narizes! D: Todo mundo já tinha percebido, mas é claro que eles não. Mas isso torna a história apenas ainda mais divertida, por incrível que pareça. Para completar o grupo de amigos, temos Tyson e Kellan, que talvez merecessem um livro só deles. Não vou falar muito pra não estragar a surpresa, mas saibam que esse quarteto é apaixonante!

Se você está a fim de ler esse livro, não desista. É diversão na certa, e claro: podemos tirar algumas lições sobre o futuro e o que acontece se fizermos coisas demais para manipulá-lo. Além de uma capa bonita, uma sinopse cativante, personagens incríveis, e uma história apaixonante, temos ainda essa reflexão. Preciso dizer mais? *-*

POSTS RELACIONADOS

10 comentários

  1. Responder

    Giovana Melo

    fevereiro 10, 2016

    Ahhh, ameeei a sua resenha, com certeza irei ler esse livro! Várias vezes comecei a ler o livro porque tinha amado a capa! Acontece! *–* Hahaha – Beijo

    • Responder

      Gabi Orlandin

      fevereiro 16, 2016

      Entendo esse negócio de querer ler pela capa, Gi! Eu me apaixono sempre antes pela capa, e quando ela não é bonita, parece que até a história não fica tão incrível. Vai entender… hehehe!
      Beijo!

  2. Responder

    Beatriz Cavalcante

    fevereiro 10, 2016

    Eu tenho vontade de ler esse livro há muito tempo, desde que que lançou. Mas acabei esquecendo dele. Já tinha visto algumas resenhas mas a maioria delas era negativa então fiquei animada com a sua. Acho que deve ser bem nostálgico lembrar da época em que eu comecei a usar internet e tinha que esperar dar meia noite ou ficar com o telefone ocupado para conectar, hahaha. E deve ser bem amorzinho essa história. ♥

    Vou aproveitar e colocar no skoob para eu não esquecer dele. 😛

    Beijos!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      fevereiro 16, 2016

      Acontece Bia, também tenho alguns livros que queria ler, e depois eles ficam esquecidos. Mas se você lembra dessa época da internet discada, vai adorar a história <3
      Beijo!

  3. Responder

    Dasty Sama

    fevereiro 11, 2016

    Sou louca para ler esse livro! Acho a capa bonita e a história super criativa. Acho que um dos pontos fortes é de se passar nos anos 90. Nossa geração é bem nostálgica, então deve ser um prato cheio.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      fevereiro 16, 2016

      É exatamente isso, Dasty! Talvez um adolescente que não viveu na época da internet discada não vai gostar tanto da história. A mágica é justamente essa nostalgia.
      Beijo!

  4. Responder

    Raissa Novaes

    fevereiro 14, 2016

    Olá,
    Muito boa a resenha!
    Fiquei muito interessada pelo livro, quem é da década de 90 com certeza deve se identificar bastante. Já está na minha meta de leitura. Farei resenha no meu blog depois.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      fevereiro 16, 2016

      Oi Raissa!
      Espero que você goste da leitura! Me avisa quando sair a resenha? Quero ler e saber o que você achou 🙂
      Beijo.

  5. Responder

    Isa

    fevereiro 15, 2016

    Aaawn Gabi que lindo saber que você gostou bastante! Eu também gostei dessa história e dos personagens. Ri demais na parte do CD da AOL (eu super lembro de ter tido um também) hauhauhauhua! O tema do livro é uma realidade tão atual com a ascensão das redes sociais mas a necessidade do olho no olho e a presença das pessoas continua sendo essencial, né? [happy]

    • Responder

      Gabi Orlandin

      fevereiro 16, 2016

      Eu nunca tive um CD da Aol, mas me lembro muito de pessoas que comentavam sobre isso, ahah! E você captou bem a essência da história, é bem isso. Além de entreter, ela é nostálgica por se passar nos anos 90, atual por abordar as redes sociais e ainda passa a mensagem da “conexão ao vivo” com as pessoas.
      Beijo 🙂

ESCREVA UM COMENTÁRIO