Jenny Han – P.S.: Ainda amo você

P.S.: Ainda amo você é o segundo e último livro da série que começa com Para todos os garotos que já amei, ambos escritos por Jenny Han e lindamente publicados pela editora Intrínseca aqui no Brasil. E sim, você leu direito: é o último livro. Pode chorar agora. Eu expliquei um pouco sobre o primeiro livro na resenha que você pode ler clicando aqui, e neste post quero contar um pouco sobre a minha experiência com essa sequência.


Resenha do livro P.S.: Ainda amo você

P.S.: Ainda amo você
Para todos os garotos que já amei, livro 2
Jenny Han
Editora Intrínseca, 2015
304 páginas

Saraiva Submarino

Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários. Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, ela tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam. Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

POR FAVOR POR FAVOR alguém me diz que essa série NÃO acaba nesse livro!

A minha experiência poderia se resumir nessa única frase acima. Eu vou sentir saudade da personagem mais fofa que já conheci através dos livros, e vou sentir falta de Josh, de Peter, de John, da espertinha Kitty e até da Genevieve.

Pra você conhecer melhor a história, vou contar resumidamente – e sem spoilers: Lara Jean é coreana e irmã do meio; Margot está na faculdade na Escócia e a pequena Kitty é o terror em pessoa, mas uma das personagens mais irresistíveis que você vai conhecer. Margot foi quem assumiu o papel de mãe na casa dos Song, após a morte da mãe. O pai das três, apesar de bastante ausente por ser médico e ter longos períodos de trabalho, as ama, suporta e dá espaço como um bom e maravilhoso pai faria. Ou seja: você vai se apaixonar por esses quatro personagens.

Resenha do livro P.S.: Ainda amo você

Resenha do livro P.S.: Ainda amo você

Resenha do livro P.S.: Ainda amo você

Lara Jean sempre teve uma estranha mania: escrever cartas de amor e despedida aos garotos que já amou. Ms ela nunca enviou nenhuma, é claro. Porém, no primeiro livro nós acompanhamos as consequências de quando essas mesmas cartas chegaram às mãos dos destinatários. Cinco garotos que ela já amou em segredo agora sabiam disso. Cinco garotos sabiam exatamente como ela se sentia em relação a eles. E o resultado disso tudo foi meio, digamos, catastrófico.

Nesta continuação, vemos Lara Jean apaixonada. Digo, inesperadamente apaixonada. O que era para ser uma bricadeira tornou-se real, e Peter Kavinsky, o cara mais cobiçado da escola e mais lindo de, possivelmente, toda a cidade, acaba tornando-se seu namorado. Só que namorar não é assim tão simples, e vários detalhes deixam Lara Jean desconfiada. Sem entrar em mais detalhes, neste livro o leitor descobre os altos e baixos do romance dos dois e acompanha as idas e vindas de algo que ora parece dar certo, ora parece fadado ao desastre – principalmente quando surge uma carta-resposta de outro garoto que ela já amou e que mexe com as estruturas de tudo.

Resenha do livro P.S.: Ainda amo você

Resenha do livro P.S.: Ainda amo você

De novo: Lara Jean é uma personagem incrível. Muitos não gostaram tanto dela quanto eu porque, vamos admitir: ela faz muitas coisas erradas e muitas vezes não toma uma decisão que precisa tomar. Mas me respondam: quem, de fato, consegue tomar todas as decisões certas e nos momentos certos? Essas falhas e indecisões fazem de Lara Jean uma personagem real, que poderia ser qualquer menina de 16 anos por aí. Ela segue seu coração, é meiga, ama a família e não quer se machucar no amor. Quem se identificou? Todo mundo.

A escrita de Jenny Han é incrivelmente fluida, e é possível ler essas 300 páginas em um dia. Com uma linguagem clara, sem erros e se atentando somente ao que é realmente importante para a narrativa, a autora se tornou uma das minhas favoritas, apenas com esses dois livros. E assim: se alguém souber de outros livros da autora, por favor me avisem. Quero ler TUDO o que ela escrever porque, sério: vou morrer de saudade de Lara Jean e preciso de algum remédio pra curar isso. Nem que sejam outros personagens adoráveis e fofíssimos de Jenny Han.

E a citação mais irresistível do livro é:

“Chega de rede de segurança. Pode partir meu coração. Faça o que quiser com ele.”

Ou seja: você morreu de amores e agora quer ler esses dois livros, certo? Certíssimo!

POSTS RELACIONADOS

5 comentários

  1. Responder

    Júlia Rosa

    28/02/2016

    Ai amei demais esses livros, e tive mesma reação que a sua: não pode não ter mais! [heart]
    Obs.: Estou morrendo de amores pelo seu blog.
    Beijosss e muito sucesso!!

    juliasrose.com.br

    • Responder

      Gabi Orlandin

      01/03/2016

      Né? A autora precisa escrever mais sobre a Lara Jean! Ou sobre a Kitty! Um livro só dela seria amor puro hahaha <3
      Beijão!

  2. Responder

    Tatiana

    29/02/2016

    Terminei de ler esse livro outro dia e achei muito fofo, mas não consigo não ficar com raivinha da Lara Jean por algumas besteiras que ela faz. hahaha Em compensação, meu amor pela Kitty é enorme. ela merecia um livro só dela. <3 Beijo, Gabi!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      01/03/2016

      Eu te entendo, Tati. A Lara Jean É meio irritante várias vezes, mas não fiquei com tanta raiva porque isso fez dela uma personagem real, com erros e acertos, como disse na resenha. Ah, Kitty é amor puro, hahaha! Eu ficava super ansiosa por mais capítulos com ela! Com certeza merecia um livro só dela.
      Beijos!

  3. Responder

    Juliana

    29/02/2016

    Linda resenha!! Amei as estórias e parecem lindas, penetrantes <3 Quero muito ler!!! São curtinhos e devem ser uma delícia mesmo de ler 😀

    Beijos!

ESCREVA UM COMENTÁRIO