Jojo Moyes – Um mais um

resenha do livro Um mais um

Um mais um
Jojo Moyes
Editora Intrínseca, 2015
320 páginas

Submarino Saraiva

Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou. Com dois empregos e ganhando mal, ela precisa sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Tanzie, o pequeno prodígio da matemática, acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas ela não sabe como chegará até lá.

Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de veraneio por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista.

Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança. Em parte agradecido, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio. Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário.

Eu nem ao menos li a sinopse de Um mais um antes de solicita-lo à Intrínseca para resenha. Simplesmente o nome Jojo Moyes na capa já me faz querer ler o livro (quem leu outros livros da autora vai me entender!). Porém, verdade seja dita: adoro não ler a sinopse e ser surpreendida com a história do livro. Com alguns, isso não acontece. Mas com Jojo, sempre.

Um mais um conta a história de Jess e Ed, duas pessoas que não têm nada em comum, a não ser o fracasso de suas vidas atuais.

resenha do livro Um mais um

Jess Thomas é faxineira e mãe solteira, que cuida da própria filha, Tanzie, e do filho do ex-marido com outra mulher, Nicky. Estranho? Bem, ela defende que hoje em dia as famílias são assim, meio malucas. Tanzie é um prodígio com números e problemas complexos de matemática. Quer saber o que sua família consegue fazer com 182 libras em um ano? Ela consegue lhe responder na hora, com várias opções. E Nicky é o “menino-gótico”, que ouve músicas altas, usa delineador e se veste com roupas pretas. Jess foi abandonada pelo pai das crianças há dois anos sem enviar um tostão para cuidar deles, e desde então ela se vira como pode, sempre sem dinheiro e trabalhando demais.

Ed Nichols tinha uma vida dos sonhos: montou sua própria empresa de softwares e ganhou muito dinheiro. Estava tudo bem, até ele enfiar os pés pelas mãos e cometer um crime do qual será julgado e poderá ir para a cadeira. Sem poder voltar à própria empresa, ele se vê zanzando à procura de um sentido para a bagunça que sua vida se tornou. Até que, um dia, ele encontra Jess, parada por uma viatura policial em seu carro (de seguro vencido e sem direito de rodar), com duas crianças e um cachorro gigantesco ao lado. Tentando fazer algo de certo na sua vida, ele decide ajudá-los – até porque se lembra vagamente de que Jess, sua faxineira da casa de praia, já o salvou de uma bebedeira numa noite dessas.

Jess só queria cruzar o país para levar a filha à Olimpíada de Matemática, que poderia lhe render dois anos de estudo em uma escola realmente boa, mas não conseguiu. É assim, meio arrependido e meio tentando fazer a coisa certa, que Ed decide levar todos eles para a Escócia. Definição de todos: Jess, Tanzie, Nicky e o cachorro babão e fedorento. Quando eles se enfiam no Audi limpinho de Ed, a aventura – e as risadas – começam. Vocês não imaginam como essas cenas foram hilárias!

resenha do livro Um mais um

Essa é daquelas histórias que você começa a ler e não quer mais parar. A escrita de Jojo é incrivelmente cativante, e quando a gente percebe, já se foram várias páginas, e não, ainda não estamos esgotados por hoje – o famoso: só mais um capítulo. Se me pedirem para definir Um mais um, creio que não conseguiria. Ele não é apenas um romance, não é uma comédia, não é sobre bullying. É tudo isso junto. Eu me apaixonei pelos personagens e, ao terminar, eu queria começar de novo! Existe um romance entre os dois personagens sim, mas a história envolve dramas familiares como bullying, pais ausentes, lições e um amor incondicional, mesmo que nada seja dito.

Eu ri em locais públicos (ganhando de brinde uns olhares atravessados e curiosos), depois quase chorei, comemorei, senti raiva e engoli cada palavra com uma vontade doida de não parar. Se você acha que vai gostar dessa história, entenda uma coisa: você vai amar! É sério, não deixem de ler.

resenha do livro Um mais um

A sua ausência era como um soco no estômago logo de manhã, um buraco negro no meio da noite. Ed era uma conversa constante no fundo de sua mente: “Desculpe, não tive intenção, eu amo você.”.

Obs: pelo amor de Deus, alguém avisa a Jojo que ela precisa escrever mais umas cinco continuações pra essa história, com mais viagens engraçadas e cheias de encrencas!

POSTS RELACIONADOS

21 comentários

  1. Responder

    Gabby Soares

    30/03/2015

    Hey, Gabi, tudo bem?
    Acredita que ainda não li nada da Jojo Moyes? Pois é. Mas nos últimos tempos tenho ficado muito interessada por seus livros e esse parece ser muito legal, me passou um tom um tanto quanto irreverente na narrativa, então fiquei bem curiosa.
    Só imagino como foi uma viagem com esses personagens; realmente uma garantia de boas risadas.
    Beijos.
    Gabby – Dois Dedos de Prosa

    • Responder

      Gabi Orlandin

      04/04/2015

      Nossa, vá ler algo dessa autora logo! Esse é o livro engraçado da autora, eu diria, os outros são romances mais profundos, tristes até. Mas todos eles são incríveis! Sou fã, então sou suspeita pra falar, rs.
      Beijos.

  2. Responder

    Luiza Grilli

    30/03/2015

    Ah Gabi! Você e suas resenhas que me dão vontade de acabar falida no final do mês, hein! [lol] Eu adoro o jeitinho que você escreve, e agora me apaixonei por esse livro também! Eu ainda não li nenhuma obra da Jojo, mas toda hora que entro na livraria, já entro encarando as lindas capas de suas outras autorias. E posso te garantir, um dia vou tê-los em mãos!

    Beijos! [love]

    • Responder

      Gabi Orlandin

      04/04/2015

      Hm, desculpa? Haha! Por favor, leia algo da Jojo o quanto antes! Você vai se apaixonar. Esse é o livro mais engraçado dela, os outros são mais tristes, mas todos valem a pena. Juro!
      Beijos.

  3. Responder

    Ana Letícia Lima

    30/03/2015

    Oi Gab!
    Eu nunca li nada da Jojo, confesso que achava que não me identificava muito com as histórias dela por eu não ser muito romântica, mas sua resenha me convenceu a dar uma chance pra esse livro! Isso sem contar que parece ser bastante diferente das outras histórias publicadas dela, né? Me parece que tem um ar muito mais divertido e aventureiro. Será minha próxima solicitação à editora! Obrigada por compartilhar ^-^

    Beijos, Ana.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      04/04/2015

      Dê uma chance à Jojo mesmo. Sou suspeita pra falar porque amo seus livros, mas todos eles acabam me tocando de uma forma diferente. Esse é o mais engraçado de todos mesmo, como você percebeu, os outros são mais tristes. Mas todos são ótimos. O meu preferido é o mais triste de todos, “Como eu era antes de você”.
      Espero que goste dessa leitura.
      Beijos.

  4. Responder

    Cecília Maria

    30/03/2015

    Jojo me conquistou logo no primeiro livro que li, no caso Como Eu Era Antes de Você. De tal forma que fiquei exatamente como você, dando a mínima para a sinopse desde que tivesse o nome dela na capa. Comprei A Garota Que Você Deixou Para Trás sem saber do que se tratava a história e fiquei completamente apaixonada pelo livro. Compraria Um Mais Um sem pensar duas vezes (e sem ler sinopse ou resenhas), mas vir aqui e ler isso só me fez ter ainda mais certeza de que essa mulher ainda vai me levar à falência hahaha
    Beijo

    • Responder

      Gabi Orlandin

      04/04/2015

      “Como eu era antes de você” é o meu preferido dela (apesar de eu ter achado o mais triste). Bom, nem preciso te convencer a ler “Um mais um”, heheh! Você vai amar, e ainda dar muitas risadas! ♥
      Beijos.

  5. Responder

    Babis

    02/04/2015

    Ahhh não sabia que ela tinha lançado outro livro. Amo a escrita da Jojo, as histórias que ela cria me prendem do começo ao fim. Com certeza vou querer adquirir o Um Mais Um ♥

    Blog: Café Com Babis

    • Responder

      Gabi Orlandin

      04/04/2015

      Se tu já leu algum outro livro da Jojo, então nem preciso te convencer a ler esse. Hahaha! Impossível ler essa autora e não se apaixonar. ♥

  6. Responder

    Beatriz Cavalcante

    03/04/2015

    Depois que eu li com eu antes de você fiquei com o pé atrás para ler outras coisas da Jojo. Os outros livros dela não me interessavam muito porque eu ficava imaginando que eles não iam ser tão bons como aquele primeiro que eu tinha lido e amado. Mas ai veio esse eu estou louca querendo.

    Eu fui na turnê intrínseca, eles falaram desse livro lá e desde então eu to aqui doida para comprar. Parece ser bem doido, bem engraçado e fofinho. Acho que eu vou gostar bastante dele e perder aquele receio besta de ler outros livros da autora, hahaha.

    Beijos!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      04/04/2015

      Quando eu vou nas turnês da Intrínseca, sempre volto querendo uns 10 livros, hahah! Eles falam super bem das histórias! ♥ Como eu era antes de você também é o meu favorito, e os outros dela não me decepcionaram, apesar de eu não tê-los achado tão bons.
      Beijos.

  7. Responder

    Fernanda Luz

    03/04/2015

    Adorei a resenha, a história parece muito divertida [wink]

    • Responder

      Gabi Orlandin

      04/04/2015

      É mesmo, Fer! Se você ler esse livro, espero que goste. Recomendo demais essa autora!

  8. Responder

    Jaque

    05/04/2015

    Gabi, cê acredita que eu tava quase comprando esse livro e não comprei apenas porque eu pensei que “ah, não deve ser tão bom assim”. Depois que li “Como eu era antes de você” fiquei morrendo de raiva pela autora, mas acho que a raiva aconteceu mesmo porque apesar de tudo, ela me fez AMAR os personagens e o livro tinha acabado.

    Eu amei de paixão sua resenha e já tô burlando minha promessa de não comprar livros antes de comprar uma estante (é, não tenho mais espaço aqui).

    Beijos e obrigada pela resenha incrível!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      07/04/2015

      Hahaha, estou na mesma situação que você, Jaque! Mas te garanto que esse livro acaba bem, você não vai se arrepender 😉
      Beijos.

  9. Responder

    Tamires

    11/05/2015

    Nossa que inldo , almei al reslenha e ahistoria ainda mais quero muito mesmo ler esse livro muito interesante ! E gostei muito da maneira de como voce se expressou !

    Beijoslllll

  10. Responder

    Daniela

    10/02/2016

    Olá Gabi, eu acabei de ler ”Como eu era antes de você”, e ainda estou abalada psicologicamente ( apensar de ser psicologa) rsrs, olha o que a Jojo faz com a gente, eu amei tanto esse livro, meu Deus como que ela pode fazer isso comigo? kkkk. Então resolvi pesquisar mais sobre os livros dela, e acabei encontrando esse ” Um mais um ”. Iniciei a minha leitura ontem, rs espero que eu goste, tanto como de Will e Lou ♥ . Amei a sua resenha, Beeijos

    • Responder

      Gabi Orlandin

      10/02/2016

      Oi, Dani!
      Acho que não tem quem não fique abalado ao ler “Como eu era antes de você”, hehe! Vai sair filme, tá sabendo? Estou super ansiosa pra ver a adaptação!
      “Um mais um” tem um estilo bem diferente, mas eu me apaixonei também. Não igualmente, mas os dois são, em suas diferenças, livros ótimos pra mim. Espero que você goste! 😉
      Beijos.

      • Responder

        Daniela

        11/02/2016

        Olá Gabi, terminei a minha leitura do livro ”Um mais Um”, eu amei também, essa autora faz umas coisas com as pessoas que não se explicar rs. Vou ter que iniciar uma nova leitura né ,fazer o que rs. Mas ainda nada pra mim supera a minha dor da Lou e Will, não sei é porque eu tenho um amigo que é tetraplégico da mesma forma que contara no livro acidente bobo, e ele optou por viver , ainda com suas limitações, ele também tem uma cadeira automática e consegue movimentar apenas a para movimenta-la , igualmente do Will . E com tudo isso ele optou por viver, e estamos cursando o ultimo ano de faculdade rs. É um obra de ficção , mas gostaria que no filme ele vivesse , é , eu sei, ainda não superei. ♥ Amei o Blog. beeijos

        • Responder

          Gabi Orlandin

          12/02/2016

          Dani, concordo com você: a autora tem uma habilidade com as palavras que faz os leitores ficarem… sei lá, muito envolvidos com a história. Não se preocupa que nem eu superei ainda esse final, hehe! É difícil mesmo 🙁 Beijo!

ESCREVA UM COMENTÁRIO