K. S. Broetto – Fassade

resenha do livro fassade

Fassade
K. S. Broetto
Publicação Independente, 2015
208 páginas

Compre diretamente com a autora

Em um mundo de aparências, entre mentiras veladas e segredos obscuros, descubra na Inglaterra, da Era Vitoriana, um mundo oculto que poucos conhecem. Johan Wells é um mercenário misterioso. Siegfried, o Pirata, um aventureiro destemido. Um encontro inesperado unirá os dois em uma jornada de perigo, coincidências e revelações. Em meio a assassinatos, duelos e um baile à fantasia, eles irão se ver enredados às suas escolhas e sentimentos. Que segredos existem neste baú chamado Fassade? Você embarcaria nesta viagem rumo ao desconhecido?

Eu me lembro da primeira vez que a Karol entrou em contato comigo, pedindo opinião pra alguns detalhes gráficos do que seria o seu novo e primeiro livro. Lembro-me que ela me contou um pouquinho da história – que teria a ver com mar e seria de época – e instantaneamente fiquei interessada. Pude acompanhar um pouquinho da trajetória dela de lá pra cá, com todas as revisões e todos os pequenos detalhes que ela queria que ficassem perfeitos e eu só pensava: “se um dia eu publicar um livro, quero ser tão meticulosa e dedicada quanto ela”.

Pois então, finalmente Fassade chegou às minhas mãos no dia 30 de setembro. Ele veio todo embalado com muito capricho, com a letra impecável da Karol e um pequeno leme enfeitando a embalagem, dando ao leitor a premissa da história. Eu nunca tinha recebido um pacotinho tão bem feito quanto esse, e de novo pensei a mesma coisa: “se um dia eu enviar meu livro, quero que seja tão carinhoso quanto esse”.

resenha do livro fassade

resenha do livro fassade

Porém, o livro não chegou em uma boa hora pra mim, pra falar a verdade. Eu estive tão envolvida com a Enluaze no mês de outubro que não consegui ler o livro logo que ele chegou, como eu tanto queria. Ao invés disso, esperei a inauguração da minha loja e, só depois disso, consegui ir lendo um pouco por dia, quando sobrava um tempinho. A verdade é que, quando comecei, a vontade de continuar lendo era tão grande que chegava a ser triste ter que parar. Fassade realmente fisga os leitores.

Mas, depois dessa não tão pequena introdução, vamos ao que realmente importa: a história!

Mas vale abrir um espaço aqui pra comentar: o nome do livro se fala exatamente: FASSADA. A palavra é de origem alemã e significa fachada – o que tem TUDO a ver com a história, diga-se de passagem.

Fassade ocorre na Inglaterra, na Era Vitoriana, no ano de 1875. Personagens como um pirata, um curioso mercenário e várias pessoas misteriosas compõem esse romance. Como pano de fundo, um barco, uma viagem pelos mares e seres mágicos capazes de destruir uma frota inteira. Fassade é uma mistura de vários tipos de livros – romance, mistério, investigação, fantasia – e o resultado é uma história de tirar o fôlego.

Me perdi de novo na emoção de escrever essa resenha, então vamos voltando à história. Os dois personagens principais são Siegfried, o Pirata, e Johan Wells, um mercenário muito misterioso, que embarca na viagem do barco Angst junto com toda a tripulação e marujos. Porém, ninguém sabe nada sobre Johan, e todos se perguntam o que faz aquele rapaz com uma vontade tão obstinada de chegar a Brighton. Ao passo que Johan tem objetivos muito concretos, mas ao mesmo tempo se esconde dos outros homens, como se tivesse um segredo – ou vários – a proteger.

Nenhum dos dois sabe aonde a viagem os levará, mas uma coisa é certa: haverão inúmeras surpresas no caminho até Brighton e muito além. O leitor não tem como esperar pela virada na história, e eu fiquei boquiaberta quando li. Não tenho como lhes dizer mais nada, pois cada detalhe dessa história é um mistério, um suspense, uma surpresa para o leitor. Vocês terão de descobrir por si mesmos como vai andar essa aventura pelos mares, por terra, e como Johan e o Pirata irão descobrir um ao outro, desvendar segredos, assassinatos, se esconder atrás de fachadas, de bailes à fantasia regados de segundas intenções, e ainda sair vivos – ou mais ou menos – de tudo isso.

resenha do livro fassade

resenha do livro fassade

resenha do livro fassade

resenha do livro fassadeDedicatória linda feita pela Karol. Como não se apaixonar? *-*

Como primeiro livro da autora K. S. Broetto, preciso tirar o chapéu. Eu não encontrei uma vírgula fora de lugar, e tudo está tão bem diagramado que preciso bater palmas para a correção e revisão. A escrita é muito fluida e ao mesmo tempo bastante característica de livro de época, com expressões e palavras que nos transportam diretamente para o barco Angst da Era Vitoriana. Com toda a certeza, esse será o primeiro de muitos que serão sucessos consecutivos.

Se você está procurando um livro para se surpreender, Fassade é este livro. Romance, mistério, suspense, investigação, assassinatos, seres mágicos e ainda uma reviravolta impressionante. Qual outro livro tem tudo isso em pouco mais de 200 páginas? Eu estou muito, mas muito grata à Karol por ter me dado a oportunidade de ler seu primeiro livro. E, claro, espero também ler o próximo, e o outro, e o outro…

POSTS RELACIONADOS

12 comentários

  1. Responder

    Ana

    21/11/2015

    Amei Fassade também!

    A Karol escreve muito bem!! [heart]

    Beijos, adoro seu blog!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      24/11/2015

      Não tem como nao se apaixonar pela escrita dela, né? <3
      Obrigada, querida! Beijos.

  2. Responder

    Letícia Simões

    23/11/2015

    Que resenha linda e carinhosa ^^ Tive a oportunidade de ler esse livro tão especial da minha amiga K e assino embaixo de tudo o que disse ^^ Ps: Parabéns pelo blog! <3

  3. Responder

    Angelica Brunatto

    23/11/2015

    Nossa, quanto carinho no envio e na resenha! Adorei seu texto e confesso que fiquei interessa em conhecer mais a história… Gosto de conhecer o trabalho de autores nacionais, pois acaba valorizando o que é da nosso!

    Beijoos
    ps: faz tempo que não passo por aqui… Então, parabéns pelos cinco anos do blog e pela loja virtual =)
    Angelica

    • Responder

      Gabi Orlandin

      24/11/2015

      Oi, Angelica!
      É uma alegria ler e conhecer autores nacionais que conseguem surpreender tanto! E que bom que estão surgindo tantos novos por aí, né?
      Obrigada <3
      Beijos.

  4. Responder

    neyara

    23/11/2015

    Fiquei curiosa para ser fisgada por mais essa aventura!
    Fico tão feliz quando vejo autores iniciantes tomando todo o cuidado do mundo para o livro sair regado de carinho, driblando aquela ânsia de publicar logo. Detalhes que fazem toda a diferença!
    Beijo

    • Responder

      Gabi Orlandin

      24/11/2015

      Eu também fico muito feliz quando percebo a dedicação das pessoas, Neyara! Principalmente autores nacionais.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijão.

  5. Responder

    Juliana

    01/12/2015

    Linda resenha, Gabi! Muito carinho, respeito e admiração, lindo mesmo, resenha feita de coração. Achei a capa linda, e realmente a letra dela é muito perfeita 😀

    Beijos!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      06/12/2015

      Obrigada, Ju!
      A leitura vale a pena, é demais. Bem diferente de tudo.
      Beijos.

  6. Responder

    K. S. Broetto

    16/12/2015

    Não me canso de ler e reler esta resenha tão linda e querida… Gabi, meu coração se encheu de alegria e contentamento quando li sua postagem sobre Fassade… Deus, não estava preparada pelo que estava por vir… Não estava preparada para receber tanto carinho, reconhecimento e apoio… Claro, conhecendo você, esperava algo muito lindo, sincero e “quentinho” de se ler, algo bem Fluffy! Mas o que você me deu, deu a Fassade, foi algo que não dá para mensurar…
    Obrigada, minha amiga! Obrigada de coração! [heart] Sua resenha, você e o Fluffy sempre terão um lugarzinho aconchegante em meu coração! Saiba que estou a sua disposição hoje e sempre! Que todos seus sonhos sejam realizados para que novos sonhos possam nascer neste seu lindo coração. Um grande beijo! K.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      28/12/2015

      Que comentário mais cheio de amor! [heart] Falo e repito, Ka: você merece todos os elogios e palavras boas contidas nessa resenha. Se tivesse que falar algo de ruim, eu falaria – não posso esconder dos leitores. Mas o seu livro realmente me surpreendeu.
      Obrigada e desejo tudo igual pra você. Que 2016 reserve surpresas incríveis para todos nós.
      Beijão.

ESCREVA UM COMENTÁRIO