Katie Ashley – Música do Coração: série Runaway Train, livro 1

resenha do livro música do coração série runaway train

Música do coração
Runaway Train, livro 1
Katie Ashley
Editora Pandorga, 2014
320 páginas

Saraiva

Para Abby Renard, o plano era simples: se juntar à banda de seus irmãos na última etapa da sua turnê de verão, e decidir se está finalmente pronta para essa vida. É claro que ela nunca imaginou que tropeçar no ônibus de turnê errado na Rock Nation teria acidentalmente pousado-a na cama de Jake Slater, o notório vocalista mulherengo da Runaway Train. Quando ele a confunde com uma de suas groupies, Abby rapidamente esclarece que ela com certeza não está na sua cama de propósito. Jake Slater nunca imaginou que o anjo que caiu na sua cama iria resistir a seus encantos, no mesmo instante o deixou de joelhos. Naturalmente, o fato de que ela parece uma menina certinha do coro poderia ser qualquer coisa, menos o tipo dele. Então, ele está mais do que surpreso quando, depois de apostar com Abby que ela não duraria uma semana no seu ônibus de turnê, ela esta mais do que disposta a provar que ele estava errado. Com a vida pessoal de Jake implodindo a sua volta, ele encontra uma improvável aliada em Abby. Ele nunca conheceu uma mulher que pudesse conversar, brincar, ou o mais importante fazer música com ela. Quando a semana começa a chegar ao fim, nem Abby, nem Jake estão prontos para seguir em frente. Pode uma cantora de country e um bad boy do rock terem um futuro juntos?

Confesso que iniciei a leitura de Música do Coração sem esperar muito; não tinha convicção de que fosse uma história de arrancar suspiros, e em parte foi. Katie Ashley deu vida a dois personagens de mundos diferentes, unidos pela paixão à música que, de uma hora para outra, se vêem em uma confusão de sentimentos que nenhum dos dois esperava sentir.

Abby Renard é uma menina de 21 anos, filha de pais missionários que estava prestes a começar uma turnê como vocalista da banda dos seus três irmãos. Quando entrou no ônibus da turnê e, depois de uma cochilada, pulou na cama que deveria ser do seu irmão, ela se viu deitada com Jake Slater, vocalista tatuado e mulherengo da banda Runaway Train. Ao perceber que os caras ali naquele ônibus não era nadinha seus irmãos, e sim todo roqueiros seminus, Abby apagou. Quando acordou, todos os homens estavam de olho nela e, após uma conversa e vários bate-bocas com Jake, ela apostou com ele que conseguiria sobreviver uma semana dentro daquele ônibus, onde rolava sexo, bebidas e muitos palavrões.

Só que a semana foi cheia de altos e baixos, e o leitor vai acompanhando a viagem de ônibus da banda, ao mesmo tempo em que vê os sentimentos dos dois vocalistas crescendo cada vez mais e a vida de Jake desmoronando à sua volta com um acontecimento que vai lhe derrubar os pilares que construiu. Será que o roqueiro mulherengo seria capaz de sentir algo por uma virgem? Ele apostava que não, e ela não poderia se envolver com alguém assim. Será que Jake conseguirá superar esse grande impasse pessoal? Com ajuda de Abby, ele percebe que consegue ser melhor. Com um enredo que, mais tarde, envolve sexo, fica óbvio, desde o início da trama, que a história vai girar em torno de Jake e Abby, mas o delicioso é ver como tudo isso se desenrola.

Apesar de gostar muito da escrita da autora (que conheci através dessa leitura), a tradução não está muito boa: muitas palavras escritas erradas, outras “comidas” das frases e algumas correções mal feitas. Se o leitor for exigente com esse tipo de coisa, pode perder a vontade de continuar a leitura; no meu caso, a história estava tão boa que isso não aconteceu. Passei por cima e tentei não perceber esses erros. Mas pode atrapalhar a leitura, sim.

Os personagens são bem aprofundados, mesclando capítulos na voz de Abby e Jake, mas me estressei com eles em muitos momentos. Primeiro: Abby é virgem. Sendo assim, ela não precisava ser tão idiota. Ok, tentei entender que ela era inexperiente, e por isso tinha medo. Segundo: Jake é um roqueiro e fala muitos palavrões. Só que os palavrões me cansaram de vez em quando. Coisinhas compreensíveis, mas pode dar nos nervos de vez em quando.

A capa é uma coisa fantástica, e devo admitir que me apaixonei pelo carinha estampado nela. Imaginei um Jack Slater daquele jeito, com aquele cabelo desgrenhado, piercings e tatuagens. E acho que a Abby também foi bem retratada. Mesmo com todos os poréns, me vi obrigada a dar 4 estrelas pelo desenrolar da história, que foi um pouco cliché, sim, mas surpreendente. E adorei, principalmente, ver o desenvolvimento dos personagens. Certamente leria a continuação para viver mais desse universo de bandas de rock, tão diferente de tudo o que tinha lido até então.

Cada um dos livros da série retrata um integrantes da banda Runaway Train, e o segundo, Batida do Coração já foi publicado pela Pandorga e pode ser adquirido pela Livraria Saraiva.

POSTS RELACIONADOS

6 comentários

  1. Responder

    Babi Lorentz

    30/11/2014

    Oi, Gabi!
    Parece ser um tipo de new adult bem legal e que com certeza eu acabaria gostando, mas fiquei triste pelo que você falou sobre a tradução e a revisão… A editora tinha que ter dado uma atenção maior a essa parte da produção do livro, mas infelizmente, muitas vezes isso acaba não acontecendo.
    Valeu pela dica!
    [smile]

  2. Responder

    Jessica M

    30/11/2014

    Vi esse livro, mas pela capa não dei muita atenção. Achei que fosse uma história completamente diferente rsrs. Julguei errado!
    Me lembra um pouco aqueles filmes de rock stars, é um universo que realmente a gente não é muito acostumada a ver (pelo menos nunca li nada do gênero até hoje).
    Aaah fico triste com erros assim. Sou meio exigente, mas quando a história está boa, eu nem ligo rsrs.
    Beijos!

  3. Responder

    Renata Carvalho

    30/11/2014

    Histórias assim tão bem clichê mesmo, já li várias e o que muda basicamente é o local onde o casal protagonista se conhece (faculdade, trabalho, balada), e sempre tem essa do mocinho ser o maior conquistador de todos enquanto que a mocinha surge na vida dele para colocá-lo em seu lugar ao passo que ele larga a vida de mulherengo para querer ficar com ela.
    AINDA ASSIM eu adoooooooro essas histórias, hahahaha. Não consigo não ler e me apaixonar! <3
    Claro que acabei me interessando por esse livro (mesmo com todos os contras), vou ler. 🙂

    Beijos,
    Livro de Memórias

  4. Responder

    Sarah Placido

    06/03/2015

    Juro que também julguei a capa de inicio..
    Porem foi só o tempo de abrir ele e ler a primeira pagina, que simplesmente me apaixonei !!!
    Simplesmente maravilhoso surpreendeu minhas expetativas……… <3 <3 <3
    Beijos;

  5. Responder

    Steffany Quaresma Correia

    09/09/2015

    Olá! Sou Steffany, até que fim encontrei uma forma de me expressar rsrsrs, música do coração foi meu primeiro livro. Eu sou completamente apaixonada por Abby e Jacob fico emocionada só de falar e exatamente hoje vou começar o segundo livro já baixei músicas do livro, frases etc … aaaah, eu amei amei amei, parabéns a grande escritora que és! Estou apaixonada por esse livro ♡

  6. Responder

    Maiara

    15/07/2016

    Eu amei esse livro, primeiro eu pensei que ia ser uma daquelas historias chatas, mas eu me surpreendi de ter gostado

ESCREVA UM COMENTÁRIO