Lewis Carroll – A pequena Alice no País das Maravilhas

resenha do livro A pequena Alice no país das maravilhas

A pequena Alice no país das maravilhas
Lewis Carroll
Editora Galera Record, 2015
56 páginas

Submarino Saraiva

Vinte anos depois de seu grande clássico Alice no País das Maravilhas, Lewis Carroll reescreveu a mesma história para crianças de 0 a 5 anos: Nursery Alice, ou A pequena Alice no país das maravilhas. Agora, no ano em que se comemora os 150 anos de Alice, a Galerinha traz para o Brasil uma nova edição da obra, ilustrada pelo francês Emmanuel Polanco e traduzida pela premiada escritora Marina Colasanti. Com um coelho balzaquiano, um gato de enigmáticos sorrisos, e uma menina que muda de tamanho a cada capítulo, a história continua deliciosa! De cabeça para baixo e sem sentido. Ou melhor… com o sentido dos sonhos. Sempre livres, sempre lindos, eternos.

Lewis Carroll e sua obra Alice no País das Maravilhas foi lido por muitas crianças pequenas, crianças mais crescidas e crianças grandes – às quais também nomeamos de adultos. Não esquecendo das crianças já bem velhinhas, que encontraram na obra um significado da vida, uma lembrança da juventude, a simplicidade dos sonhos. Neste livro, lançado pela Galerinha em comemoração aos 150 anos da história, Carroll quer ser lido por aquelas crianças ainda mais pequeninas, de 0 a 5 anos, que estão começando a descobrir o mundo e aprendendo as primeiras palavras. E, como disse o próprio autor no (belíssimo) prólogo do livro, ele deseja ser mais do que apenas lido: quer ser manuseado, tocado, apreciado, como todo livro deveria ser.

resenha do livro A pequena Alice no País das Maravilhas

Recheado com as ilustrações de Emmanuel Polanco, esta obra consiste em uma versão infantil e didática da Alice que conhecemos. Obviamente que é uma leitura muito mais simplificada, pois de outra forma seria impossível alcançar o público alvo que o autor almeja. Por ser indicado para crianças – e não por isso será menos apreciado pelos adultos! -, a escrita é mais simples e até questionadora, levantando perguntas sobre palavras desconhecidas para os pequenos leitores, ou apontando nas imagens o que são esse ou aquele bicho que Alice encontra em suas andanças pelo País das Maravilhas.

Aliás, esses questionamentos são uma ótima forma de incentivar as crianças a buscarem respostas frente a coisas que elas desconhecem. O autor também aponta observações pra fazê-las prestar atenção aos detalhes, e deixa no ar algumas perguntas para fazer os pequenos pensarem, ou mesmo para incentivar a interação com a história. As ilustrações não servem somente para enfeitar o livro, mas, mais importante do que isso, elas têm o propósito de ensinar as crianças a observar e aprender.

resenha do livro A pequena Alice no País das Maravilhas

resenha do livro A pequena Alice no País das Maravilhas

resenha do livro A pequena Alice no País das Maravilhas

Além de ser um belo presente a uma criança, que terá a oportunidade de embarcar em um clássico de forma inicial – incentivando desde cedo seu gosto pela leitura – , é também um livro que agradará aos mais crescidos, como eu, que não resistem a uma obra bonita e cheia de ilustrações como este. Com certeza, assim como o clássico original, A pequena Alice no País das Maravilhas poderá (e será!) apreciado pelas crianças de todas as idades.

POSTS RELACIONADOS

9 comentários

  1. Responder

    Erissandra

    18/05/2015

    A história é linda, maravilhosa
    e essa versão está encantadora

    http://amolivroscomcafe.blogspot.com.br

  2. Responder

    Ana

    18/05/2015

    Que lindinho. Quero comprar (pra mim) pros meus sobrinhos hahahaha

  3. Responder

    Cecília Maria

    18/05/2015

    Que coisa mais linda! Sou completamente apaixonada pela história da Alice e sempre tive a certeza de que meu exemplar iria passar para os meus filhos, mas agora eu preciso comprar essa edição e deixar guardadinha pra eles (depois de ler e reler algumas vezes, claro)
    Amei <3
    Beijo

    • Responder

      Gabi Orlandin

      23/05/2015

      Você vai amar, e no futuro seus filhos também, tenho certeza! 😀
      Beijos.

  4. Responder

    neyara

    19/05/2015

    Achei uma fofura essa versão de Alice, com certeza todos os pequenos deveriam entrar em contato com a história e leva-la pelo resto da vida. Amei as ilustrações.
    Beijo

    • Responder

      Gabi Orlandin

      23/05/2015

      Acho o mesmo! É uma história encantadora e que incentiva os pequeninos a começarem a ler.
      Beijos.

  5. Responder

    Fernanda Luz

    31/05/2015

    Esses livros que dizem ser infantis tem muito ensinamento para muitos marmanjos isso sim, heheheh. Quando estou muito estressada eu costumo olhar filmes do canal Disney porque embora os filmes, livros sejam para a turminha pequena, nós adultos que nos beneficiamos com histórias fofas.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      03/06/2015

      Eu também adoro, Fer! Tanto que os meus filmes favoritos são os de animação. <3
      Beijos.

ESCREVA UM COMENTÁRIO