Paula Pimenta – Princesa Adormecida

Resenha do livro Princesa Adormecida

Princesa Adormecida
Paula Pimenta
Editora Galera Record, 2014
192 páginas

Compre com cupom de desconto

Era uma vez uma princesa… Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou.

Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única. Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim…

Já fazia um bom tempo que eu queria ler uma história da Paula Pimenta. A autora é a mente criativa por trás da série de sucesso Fazendo meu Filme, que eu ainda não tive a oportunidade de ler. Então, quando me deparei com Princesa Adormecida em uma dessas promoções na internet, resolvi comprar para conhecer a escrita dessa autora que já tem muitos fãs no Brasil. Admito que demorei pra pegar este livro pra ler, mas quando peguei, não consegui parar. Se eu fosse somar todas as horas que eu passei lendo este livro, acredito que não passaria de seis horas. Ele é curtinho, mas me cativou de forma que um livro não fazia há meses. Vamos conhecer um pouquinho?

Resenha do livro Princesa Adormecida

A história começa com as recordações de Anna Rosa, no presente. Quer dizer, este é o nome dela no Brasil, porque ela acabou de descobrir uma vida que não sabia que era dela, e muito mais: que ela é parente próxima de um príncipe de um pequeno principado Europeu. A narração em primeira pessoa conta, no momento presente, as recordações do último dia da personagem, e o leitor fica sabendo de tudo o que lhe aconteceu até o dia de hoje. Após todas as lembranças, quando a princesa já está a par de quem ela realmente é, a narração volta ao presente, para revelar novos acontecimentos que mudaram todo o rumo da trama.

Assim como todo conto de fada, este também possui uma vilã em forma de “bruxa má”. Há uma maldição que corre desde o nascimento de Anna, que mudou todo o rumo de sua vida. Já fica claro desde o começo quem é a vilã e o que ela quer, mas Paula Pimenta deixa o leitor na dúvida em muitos momentos! Eu podia jurar de pé junto que a tal fulaninha estava metida em encrenca; depois, podia crer que outro personagem era do lado do mal. Mas aí vem a Paula e muda tudo – várias vezes! Certamente, isso foi o que mais gostei na história: a forma como ela mexe com os personagens e manipula as emoções do leitor, fazendo-nos amar e depois odiar o mesmo personagem.

Resenha do livro Princesa Adormecida

O que me deixou com um pé atrás, foi a história da bruxa um pouco forçada demais. Poxa, nenhum vilão pode guardar rancor por tanto tempo, sabe? Claro, em contos de fada eles podem. |D De qualquer forma, achei que a narração, ali, ficou um pouquinho faltante, e algumas partes poderiam ter sido melhor desenvolvidas, na minha opinião. Talvez eu pense isso justamente porque gostei tanto da história, que queria mais! E, de fato, é uma história para adolescentes, então não se poderia esperar algo melhor do que isso pra captar a atenção desse público alvo. 🙂

Para uma primeira experiência com Paula Pimenta, posso dizer que foi uma escolha feliz. Certamente vou desejar ler outros livros da autora no futuro.

21/01/2017

POSTS RELACIONADOS

4 comentários

  1. Responder

    Maria Mendes

    19/01/2017

    Adorei sua resenha. Também foi um livro que só larguei quando terminei de ler. Kkk Super indico os livros da Paula. Amo o jeito que ela escreve, é bem leve e bem gostoso de ler, você se apaixona cada vez mais. *-*

    • Responder

      Gabi Orlandin

      12/02/2017

      Oi, Maria!
      Que bom saber disso! Tenho que dar um jeito de ler os outros livros dela. Devem ser mesmo maravilhosos!
      Beijos. :*

  2. Responder

    Estefânia Prates

    07/02/2017

    Oiie Gabi, tudo bem? Você acredita que tenho esse livro na estante mais nunca li? rs Comprei ele numa promoção da Avon rs e tá lá guardado kkk Mas acho que vou tirar logo e ler, adorei muito a sua resenha e também nunca li nada da Paula Pimenta (sei, é horrível isso kk ), Logo eu vou ver e venho lhe contar o que achei.

    Bjs

    • Responder

      Gabi Orlandin

      12/02/2017

      Oi, Estefânia! Tudo bem, sim!
      Ai, essas promoções da Avon… não posso nem olhar kkkk!
      Isso, depois me conta o que achou 😉
      Beijo.

ESCREVA UM COMENTÁRIO