Q&A a Day

Q&A a Day

Q&A a Day
Potter Style
Editora Crown Publishing Group, 2011
368 páginas

Saraiva

Do you ever stop to wonder how you got where you are? The Q&A a Day Journal shows you what was going through your head each day for five years of your life. Simply turn to today’s date, answer the question at the top of the page, and when you finish the journal, start over. As you return to the daily questions again over the years, you’ll notice how your answers change (or don’t)! With questions that are sometimes provocative (“On a scale of one to ten, how happy are you?”), occasionally quirky (“What can you smell right now?”), and inevitably interesting (“If you could travel anywhere tomorrow, where would you go?”), this classically designed journal embellished with beautiful details is the perfect gift for anyone embarking on a new phase of life.

Comecei o ano de 2016 com um novo projeto: responder todos os dias o livro Uma Pergunta por Dia, lançado pela Intrínseca no final de 2015. Antes que você se pergunte, o projeto está dando certo e é praticamente impossível deitar a cabeça no travesseiro todas as noites sem ter respondido a pergunta. 😀 É como um desafio, uma meta, um objetivo pra terminar o dia de forma satisfatória. E, levando em conta que já faz um ano que respondo o One line a day, posso dizer, por experiência própria, que o de perguntas é bem mais… instigante.

Mas então por que estou escrevendo este post? É verdade que a Intrínseca fez o que muitos leitores estavam ansiando: lançar uma tradução dessa obra aqui no Brasil (muitos enlouqueceram, e eu me incluo nesse grupo!). Porém, hoje quero apresentar a vocês a versão original, a obra de Potter Style.

Q&A a Day

Q&A a Day

Q&A a Day

Q&A a Day

Q&A a Day

O livro Q&A a Day é de Nova York, nos Estados Unidos, e foi publicada por uma editora chamada Crown Publishing Group (uma divisão do grupo Random House) em 2011. Mas o que ele tem de tão diferente da edição brasileira? Resposta: quase nada!

A primeira coisa que me chamou a atenção, de cara, foi o material da capa. Apesar de serem bem parecidos – e a gente só conseguir ver diferença quando colocados lado a lado -, a versão importada ainda tem uma textura e uma cor um pouco diferentes da nossa edição nacional. Um pouco mais branquinho e brilhoso. Além disso, a impressão das folhas do Q&A também é brilhosa, como se fosse uma estampa, já Uma pergunta por dia possui impressão fosca. Há quem prefira de uma forma, há quem prefira de outra. Não há certo ou errado, são preferências.

Por dentro, eles são exatamente iguais. As cores, as fontes, as perguntas, tudo igual. Mas o nosso ganha em um aspecto: possui fitinha para marcar o dia, o que ajuda um monte, acredite. As bordas as folhas de ambos são douradas, o que confere um acabamento impecável às duas edições.

Como eu já comecei a responder na edição brasileira, não faz muito sentido repetir as respostas na americana. Porém, é uma forma excelente de treinar a leitura e, principalmente, a escrita em outro idioma – no caso, o inglês. Afinal, qual é o sentido de ler em inglês e escrever em português? Tem que unir o útil ao agradável! E é por isso que, daqui a cinco anos, quando eu terminar o meu nacional, vou começar esse. 🙂

Q&A a Day

Q&A a Day

Q&A a Day

Vale a pena comprar em inglês?

É um fato que o exemplar importado é mais caro que o nacional, então é bom colocar tudo na balança antes de escolher. E essa escolha vai depender muito de qual o seu propósito para/com o livro. Vai viajar pra fora? Quer aprender inglês e treinar a sua escrita? Então eu recomendo comprar em inglês. Como já disse, é mais caro, mas o livro vai durar por cinco anos! Eu acho que vale a pena desembolsar um valor maior por algo que vai te obrigar a treinar um pouco do idioma todos os dias. Se você quiser adquirir o exemplar importado, é só clicar aqui para ser redirecionado à loja da Saraiva. Além desse livro, tem outros produtos relacionados bem interessantes que talvez você curta também.

Mas se por algum motivo você ainda prefere a versão nacional, não tem problema nenhum! Ele está mais barato e você pode treinar o inglês de outras formas – um exemplo incrível que eu adoro é o Duolingo. Pra comprar a versão nacional, é só clicar aqui.

Agora me diz: qual você escolheria?

POSTS RELACIONADOS

16 comentários

  1. Responder

    Nayandra Ramos

    24/03/2016

    Que incrível! [love]
    Eu ainda não tinha visto esse livro, adorei e já quero muito!
    Estou feliz por você estar conseguindo ser fiel ao seu desafio, eu sei bem como essas coisas são difíceis, com os meus não fui tão bem sucedida [sad]
    Adorei o post!

    Beijo ♥
    http://www.ultimobiscoito.com

    • Responder

      Gabi Orlandin

      31/03/2016

      Oi, Nayandra!
      Vou admitir pra você: nos últimos dias tenho falhado um pouquinho, mas me esforço pra sempre deixar em dia. No máximo um ou dois dias esquecidos devido à correria dos últimos dias, hehe!
      Obrigada pelo comentário, beijos.

  2. Responder

    Jheni

    24/03/2016

    Poxa, você acredita se eu disser que não conhecia o livro? Gosto da ideia de um livro interativo, mas que seja reflexivo, que realmente traga algum benefício. Confesso que acho o original mais agradável, esteticamente falando, mas ainda acho mais legal responder as perguntas em nossa língua natal, não é mesmo? Adorei a ideia e provavelmente vou adquirir, obrigado pela indicação. ♥

    Carinhosamente, Jheni. Quinze Outonos

    • Responder

      Gabi Orlandin

      31/03/2016

      Claro que acredito, Jheni, muitas pessoas não conheciam, hehe! Também acho melhor responder as perguntas em português, afinal, assim não precisamos nos “esforçar” tanto pra nos expressar. Mas se o propósito for aprender inglês, arrisco dizer que o importado é ótimo para a prática.
      Beijos.

  3. Responder

    Mel Lima (Mellim)

    24/03/2016

    Ah eu compraria a versão nacional, porque não sei inglês. hahah Na verdade nem sei o português direito rs
    Mas se soubesse inglês compraria a original! Pra treinar [smile]
    Blog ♥ Flocos de Mel

  4. Responder

    Hilsa Camargo

    25/03/2016

    Gabi, eu vi algumas resenhas deste livro e fiquei morrendo de vontade de comprar, mas sabe como é… a lista de livros nãos lidos por aqui anda grandeeee. Rs.

    Apaixonei no seu blog, muio fofinho e os posts super caprichadinhos 😀

    Beijocas

    http://www.vidabonita.com.br

    • Responder

      Gabi Orlandin

      31/03/2016

      Oi, Hilsa!
      Eu entendo que a sua lista de livros esteja gigante, porque a minha também está! [cry] Mas este livrinho eu comecei a responder e já coloquei na lista dos “lidos”, afinal eu “estou fazendo”, hehe!
      Nossa, eu amei o endereço do seu blog, vou lá visitar!
      Beijos.

  5. Responder

    Jessica Mendes da Silva

    27/03/2016

    Gabiiiiiiiiiiiiiii quanto tempo *o*
    [love]
    Sou doida para comprar esses livros interativos mas nunca compro porque tenho medo de deixá-los meio que de lado sabe? Eu não sabia que havia sido lançada uma versão brasileira. Está linda [love] [love] [love]
    Saudades de vir por aqui e que bom que ‘voltou’ [happy]

    • Responder

      Gabi Orlandin

      31/03/2016

      Jess! Acabei de comentar no teu blog, e estava com saudade dos teus textos! Sua coisa linda <333

  6. Responder

    Leh Pimenta

    29/03/2016

    Minha maior decepção com esse livro foi o fato dele ser pocket minha letra é bem grande e não cabe nos espaços, mas tirando isso fique impressionada com o capricho e qualidade de quem criou e da Intrínseca por ter mantido o mais próximo possível.

    coisasdemineira.com

    • Responder

      Gabi Orlandin

      31/03/2016

      Oi, Leh!
      Realmente os espaços são bem pequenos. No meu caso, tenho letra pequena, mas às vezes quando ela sai grandona fica meio feio mesmo, hehe!

  7. Responder

    Anne

    31/03/2016

    Difícil escolher um, já que ambos tem suas vantagens, né?
    De qualquer forma, um incentivo a mais pra treinar um pouco o inglês todos os dias é interessante.
    Os dois são lindos, tem carinha de livro antigo! Ainda não vi nenhum deles pessoalmente, mas achei muito legal a proposta!
    Beijo

  8. Responder

    Maria Simone

    03/05/2016

    Eu tenho a versão brasileira do livro, o Uma Pergunta por Dia e acho ele a coisa mais linda do mundo. Quando recebi (comprei pela internet), fiquei surpresa por ele ser tão pequenininho. E o imaginava bem maior haha
    Ainda não comecei a preenche o meu, sempre vou deixando pra depois e acabo esquecendo. Mas espero resolver isso em breve. [smile]

    Adorei o post.
    Beijos ♥

    • Responder

      Gabi Orlandin

      18/05/2016

      Oi, Maria!
      Nos últimos tempos também ando meio desleixada com o Diário, então sei como você se sente, haha! Espero que nós duas consigamos corrigir isso em breve!
      Beijos.

ESCREVA UM COMENTÁRIO