Lucinda Riley – A casa das Orquídeas

resenha do livro A casa das Orquídeas

A casa das Orquídeas
Lucinda Riley
Editora Novo Conceito, 2012
560 páginas

Quando criança, a pianista Júlia Forrester passava seu tempo na estufa da propriedade de Wharton Park, onde flores exóticas cultivadas pelo seu avô nasciam e morriam com as estações.

Agora, recuperando-se de uma tragédia na família, ela busca mais uma vez o conforto de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford, um homem carismático que também tem uma história triste. No entanto, quando um antigo diário é encontrado durante uma reforma, os dois procuram a avó de Júlia para descobrirem a verdade sobre o romance que destruiu o futuro de Wharton Park…

E, assim, Júlia é levada de volta no tempo, para o mundo de Olívia e Harry Crawford, um jovem casal separado cruelmente pela Segunda Guerra Mundial, cujo frágil casamento estava destinado a afetar a felicidade de muitas gerações, inclusive da de Júlia.

É impossível fazer um resumo desse livro que possa ser, no mínimo, fiel ao livro de verdade. E vai ser muito difícil colocar em uma resenha, tão curta para o tamanho da história, a grandiosidade de sentimentos que esse livro me transmitiu. Mas vou fazer o melhor que conseguir, e espero que vocês leiam, porque é uma história magnífica e inesquecível.

O livro se passa em dois tempos diferentes: um deles é o atual, onde conhecemos a personagem Júlia, que sofreu um grande trauma familiar; outro tempo é em 1939, antes de se iniciar a Guerra – e quando nos é contada a história de uma família, que morava em uma mansão de tamanho admirável, chamada Wharton Park. Para resumir e não contar spoilers indesejáveis, toda a história gira em torno do mistério que cerca a mansão, com seus segredos, escondidos por anos, e que agora são revelados. Só que esses segredos vão mudar muito a vida de nossos personagens, desde 1939 até hoje. Além disso, o livro transmite a nós e à nossa personagem Júlia, que tanto sofreu, uma linda mensagem de superação.

Como eu disse, é impossível contar em poucas palavras o quanto esse livro é lindo. Não chorei, mas fiquei com o coração apertado (de verdade!) pelos nossos personagens, por tudo o que passaram, por tudo o que uma pequena decisão, no passado, pode vir a fazer na vida das pessoas hoje. Conhecemos a Inglaterra, a Tailândia, cenários de guerra e um pouco da França. Conhecemos a vida de várias gerações, ao longo de centenas de anos. Poucos livros conseguem ser tão profundos, abranger tanta coisa quanto A Casa das Orquídeas. Por isso, leia.


Tem gente que sabe, mas para quem ainda não sabe: estarei na Bienal nos dias 18 e 19 (estou contando os dias e horas! *-* ), então espero conseguir autógrafo com a Lucinda! Vou contar tudo via twitter pra vocês. Não segue o twitter do blog? @blogfluffy

POSTS RELACIONADOS

29 comentários

  1. Responder

    Thais Teixeira

    15/08/2012

    Oi Gabi, td bem?
    Sua resenha está maravilhosa, poucas pessoas fazem isso sem liberar spoilers. Estou no meio desta leitura, costumo ler depois que chego do meu trabalho e antes de dormir, e este livro vem me tirando o sono, quanto mais eu leio dele, mais quero ler!! hahaha
    Aposto que ainda irei me surpreender mais ainda com o decorrer desta história!!

    Xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br

  2. Responder

    Michelle

    15/08/2012

    Adoro histórias de mistério e amores interrompidos, principalmente os que envolvem guerras e superação. Já botei esse na lista!
    Ah… deixei um selinho pra você lá no blog.
    Bjo e até sábado 😉

  3. Responder

    Beatriz Gosmin

    15/08/2012

    Adorei a resenha Gabi, simples direta e convincente.
    Estava meia receosa quanto ao livro, por ser enorme. haha!
    Medo de ler e decepcionar. Mas agora vou dar uma chance, pra ver como é. Acho a capa dele linda demais! 😀

    Beijos
    http://www.livroseatitudes.com.br

  4. Responder

    Elis

    15/08/2012

    Sempre fiquei na dúvida se este livro valia a pena ou não, mas sua resenha me animou!
    A capa é muito fofa, e a história está parecendo que é também!

    bjs

  5. Responder

    Juliana Guedes

    15/08/2012

    Ah eu quero muito esse livro parece ser uma história maravilhosa.
    A capa dele é muito linda.
    Beijos

  6. Responder

    Jeniffer

    15/08/2012

    Eu amei esse livro, a grandiosidade da estória é o que mais me surpreendeu e me cativou, os personagens, as estórias, os mistérios, enfim, ele se tornou um dos meus favoritos, me emocionei um pouco no final, recomendo muito também *O*
    Ai que invejinha das blogueiras indo a Bienal :// Espero que consiga o autógrafo da Lucinda *O* Ela é uma maravilhosa autora, fico babando pelo talento dela,seria lindo eu conseguir um autógrafo dela e ver ela de perto ♥

    Beijos

  7. Responder

    Juliana

    15/08/2012

    Achei legal a história. Vou ver o preço, rs.

    Beijos!

  8. Responder

    Patrícia Freitas

    15/08/2012

    Ola flor, muito obrigada por dar uma passada no blog, desculpa por não ter conseguido acessar a fan page da lojinha aqui está https://www.facebook.com/pages/The-Fashion-Store/181349368644674
    Ultimamente com a faculdade tenho lido muito pouco livro assim, só os de psicologia que os professores mandam mesmo hhuahuahuahua Beijos , se cuida.

  9. Responder

    Ágata Bresil

    15/08/2012

    Não tinha ideia de que o livro era lindo dessa forma, já tinha lido uma resenha, mas agora estou realmente pensando em comprá-lo no sábado. hmmmm Acho legal isso de ser pesquisado o passado em um livro de romance.

    Ah! A citação no meme era de Anna e o Beijo Francês sim, é linda né?

    Beijinhos. Tudo Tem Refrão

  10. Responder

    Ludmila

    15/08/2012

    Adoro histórias de superação!
    Passa tantas coisas para nós… as vezes, estamos tão focados numa coisa de ai lemos algo que muda tudo e nos mostra outras que simplesmente estão ali e não enxergavámos.
    Bom, além disso, a história parece que envolve mistérios, amores mal resolvidoa e por ai vai….
    Realmente tem tudo para ser uma ótima leitura e mexer com a gente.
    Com certeza vou querer ler!
    Ótima resenha, Gabi!
    Bjks e aproveitem bem a Bienal… depois conte tudo para nós!

  11. Responder

    Ramon Falcão

    15/08/2012

    Não vou mentir. Quando eu via esse livro sendo comentado por algumas pessoas, eu não fiquei com a mínima curiosidade de lê-lo. Mas, agora, vendo sua resenha, uma pontinha de vontade de comprar o livro veio à tona. Adoro livros assim, leves, que passem uma boa história, que emocionem, tipo os do David Nicholls e Nicholas Sparks, sabe? Estou decidindo se coloco ele em minha fila de leituras ou não, rsrs!
    Ótima resenha, parabéns (:

  12. Responder

    Andressa

    15/08/2012

    Olá!
    Meu Deus, eu não sabia que o livro era tão bom assim! Sinceramente, eu vi ele algumas vezes nas livrarias mas nunca prestei muita atenção nele por acreditar que fosse algo no estilo “Nicholas Sparks”, mas pela sua resenha parece que é bem mais profundo..
    Parabéns pela resenha!
    beijos

  13. Responder

    Janine Stecanella

    15/08/2012

    Oi Gabi! Como está?
    Ainda não li o livro mas tem dois pontos que gosto muito: a narrativa dividida em passado e presente e a intensidade de sentimentos, como você escreveu. Espero que organizar e ter a oportunidade de ler logo.

    Beijo, beijo!
    Boas leituras!
    http://www.estantedanine.com/

  14. Responder

    Eliana

    15/08/2012

    Gostei muito da resenha!
    Não li nenhuma resenha do livro antes da sua, pois achava que deveria se um livro sem graça, isso porque fiquei julgando pela capa. Mas agora fiquei super curiosa pra ler o livro.. hihi’
    Deve ser uma história linda.. 😀
    Beijos Gabi! ;*

  15. Responder

    isabel

    15/08/2012

    poxa, as capas da NC não ajudam, né? pela capa nunca teria a mínima ideia sobre o que o livro era ahha achei que era um romance super meloso, sabe? mas aparentemente me enganei…

  16. Responder

    Bianca Sampaio

    15/08/2012

    Oi, Gabi!
    Ainda não li esse livro, mas fiquei bastante curiosa depois de ler a sua resenha! Ai, queria muito ir pra bienal :/ Divirta-se lá! E tire fotinhas com a Lucinda!

    Beijos!

  17. Responder

    Endryelle Santos

    15/08/2012

    Ai, que invejinha de ti, querida! Tu vai na Bienal, aproveita por mim! *-*
    Este livro é ÓTIMO! 🙂 Eu amei! <3

    Beijo grande :*

  18. Responder

    Igor Thiago

    15/08/2012

    Ainda tem pessoas que dizem que o passado não interfere no presente/futuro. Mas quando a leitura do livro é rápida ou lenta (gosto de saber sobre isso, não me pergunte o por quê). Este é um dos livros que está na minha lista do #Skoob a um bom tempo, só que não tenho dinheiro pra compra-lo, estou desejando muito. Bezitos.

  19. Responder

    Camila Araújo

    16/08/2012

    Esse livro é tudo isso que você falou mesmo, Gabi.
    São duas histórias lindas! Cada uma a sua maneira e conectadas de jeito especial.
    Beijos.

  20. Responder

    Amanda Almeida

    16/08/2012

    Oi Gabi, tudo bem?
    Estou endo esse livro, mas me decidi por lê-lo aos poucos, porque a estória é tão linda que me parece que lê-lo muito rápido me fará perder algo importante. Gostei muito da sua resenha e me fez ter um gostinho de ansiedade.
    Olha, como eu queria que a bienal do livro daqui de Brasília tivesse tantos autores quanto essa de SP. Da até uma invejinha. boa sorte flor, espero que consiga seu autografo.
    Abraços,
    Amanda Almeida [happy]

  21. Responder

    Caroline

    16/08/2012

    Geeente, adorei sua resenha. Eu já tinha visto esse livro rodando pela blogsfera, mas nunca havia parado para ler uma resenha e me surpreendi. Na verdaden no início nem me interessava muito pela obra, mas agora que você mencionou a quantidade de lugares que podemos “vistiar” com esse livro e o fato de o mesmo trazer partes da segunda guerra. Adooooro livros que além de uma estória emocionante trazem uma história cheia de detalhes, assim aprendemos e nos emocionamos ao mesmo tempo!
    Adorei a resenha!
    Pretendo ler esse livro em breve.
    Dá uma passadinha lá no blog?
    Beijos.
    Caroline.
    http://comaliterario.blogspot.com.br

  22. Responder

    Julia G

    16/08/2012

    Gabiiii, eu juro que não tinha curiosidade nenhuma de ler esse livro, até agora. Adoro essas histórias que mexem conosco, que nos fazem suspirar e até que nos deixam com o coração na mão, como você falou. Adorei, assim que tiver oportunidade lerei 😉

    Beijos

  23. Responder

    juliana

    16/08/2012

    Sempre desejei este livro , vou esperar alguma promoção e comprar … Depois da sua resenha , fiquei com mais vontade ainda.

    http://relembrandosonhos.blogspot.com.br/

  24. Responder

    Raíssa Lins

    16/08/2012

    Já tinha escutado falar desse livro (e de como ele é enorme!), mas nunca tinha ido além da capa dele. Parece ter uma história, no mínimo, intrigante. Acho que nunca li um livro cuja história se prolongasse por tantas décadas, mas me interessou bastante como a autora conseguiu fazer isso.

  25. Responder

    Ane

    17/08/2012

    Nossa a história para ser linda mesmo, até agora só li resenhas positivas do livro. Espero pode ler ele em breve.

    http://www.profanofeminino.com

  26. Responder

    May

    17/08/2012

    Esse é um dos meus livros favoritos de 2012, com certeza! A história de Julia e sua família é linda e traz uma mensagem maravilhosa! Eu só vou estar na Bienal dia 19 e, por isso, não conseguirei autógrafo com a Lucinda! 🙁 #todoschora

    Beijinhos,
    May :*

  27. Responder

    Raquel

    20/08/2012

    Eu estou com muita vontade de ler esse livro, estive na bienal também, mas foi no dia 12, queria pegar o autógrafo da autora mas não pude ir no dia 18 =/ .
    Fiquei com mais vontade ainda de ler o livro.

  28. Responder

    pamela marloch

    31/01/2013

    Eu li esse livro e amei!!!! Foi um dos romances mais INCRÍVEIS que eu li em 2012. E tive a oportunidade de conhecer a autora na bienal. Ela é super simpática e claro, esse livro foi incrivelmente de tirar o fôlego! Bjos http://milleguas.blogspot.com [smile]

  29. Responder

    Dinha Vieira

    14/03/2013

    Sou apaixonada por romances *-* Não tinha ouvido falar desse livro antes e nunca o vi nas livrarias, quando vou. Gosto de livros assim, que mostram personagens nos dias antigos e nos dias de hoje, histórias que envolvem mistérios e diários ♥ Vou procurá-lo para ler, fiquei bastante curiosa 😀 Beijão :*

ESCREVA UM COMENTÁRIO