Patricia Scanlan – A festa de casamento

resenha do livro A festa de casamento

A festa de casamento
Patricia Scanlan
Editora Essência, 2012
400 páginas

Nada como um lindo casamento… Para começar a Terceira Guerra Mundial! Pois é isso que acontecerá se Connie Adams, a mãe da noiva, não conseguir apaziguar as coisas entre Debbie e o pai. O ex-marido de Connie insiste em levar sua nova esposa e sua insuportável filha adolescente no grande dia, mas Debbie prefere se casar em um boteco do que tê-los na sua festa.
Ainda por cima, a já estressada noiva precisa lidar com sua chefe abusiva e com a suspeita de que talvez seu noivo esteja tendo dúvidas sobre a escolha que fez.
Fica a dúvida: poderá esta família viver feliz ou todos se encaminham para um divórcio tenebroso?

Eu me diverti e senti as mais diversas emoções ao ler esse livro – desde paixão por alguns personagens quanto ódio por outros. Patricia Scanlan aborda, através de uma narrativa bem construída em terceira pessoa, a vida de diversos personagens, seus problemas, suas dúvidas, seus sentimentos e o que os leva a tomar certas decisões. A autora muda o foco do personagem depois de alguns capítulos, fazendo com que vejamos a história de vários ângulos e possamos construir um cenário bem completo do que está acontecendo. Podemos perceber ainda, como as vidas vão se intrincando e tornando-se uma história só. De uma forma mais abrangente, podemos ver o quanto um casamento pode mudar, às vezes drasticamente, a vida das pessoas envolvidas.

A leitura, além de ser um chick lit super gostoso de ler, é bem interessante no ponto de vista das personalidades das pessoas. Logo nas primeiras páginas, sentimos antipatia por alguns personagens que, ao longo do livro, tornam-se pessoas realmente boas, e que tinham motivos para não o serem antes. Ao mesmo tempo, simpatizamos com outros personagens que, na verdade revelam ser não tão legais quanto pensávamos.

Eu amei esse livro, mas a única coisa que não me convenceu foi o título dele. Em inglês, ele se chama “Forgive and forget” (Perdoe e esqueça), termo que foi utilizado algumas vezes, de forma muito bem adequada, nos diálogos, e que combinaria melhor com a história em geral. Apesar de tudo girar em torno de um casamento, o título em português deixou a história muito fechada nesse acontecimento em singular, quando na verdade ele é muito mais abrangente que isso.

Esse livro terá continuação, e esse é o motivo do fim incerto e inacabado dele. A autora deixou uma parte da história completa, mas muita coisa será abordada na continuação, e eu estou curiosíssima pra saber qual será a continuação. Mas a editora não tem previsão de lançamento dele por aqui ainda D:

Por fim, eu recomendo muito o livro se você é amante de chick lit e gosta de se aventurar em histórias familiares, com todos os seus problemas, confusões e reconciliações. Nisso, o livro é dez. Só não espere muito pelo final.

setembro 24, 2012
setembro 27, 2012

POSTS RELACIONADOS

34 comentários

  1. Responder

    Leandro de Lira

    setembro 25, 2012

    Oi!
    Eu tenho vontade de ler esse livro. Parece ter uma história interessante. Gosto da capa e da sinopse. Só me desanimei um pouco porque terá continuação. E eu estou evitando séries, se é que me entende. rs
    Mas gostei da resenha! [smile]
    Abraço!

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      setembro 26, 2012

      Sim, te entendo perfeitamente sobre querer fugir de séries. Também estou tentando, mas parece que elas me perseguem D=

  2. Responder

    beatriz

    setembro 25, 2012

    Eu não via a hora de ver a resenha desse livro por aqui. Me interessei pelo título porque gosto desse tema sobre casamento mas agora que li a resenha o título parece não ter nada a ver com o título real. Perdoe e esqueça pra A festa de casamento? Uau, quase não tem diferença -Q haha
    Vou colocar ele na minha listinha e procurar por aqui, porque meus livros da bienal já estão quase acabando. E eu preciso de livros novos. hihi

    Só uma perguntinha, o que é Chick Lit? [think]

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      setembro 25, 2012

      Oi Beatriz!
      Não é que não tenha nada a ver com casamento; tem, mas o livro trata de muito mais questões além disso.
      Chick lit é, pra resumir, livros de mulherzinha, haha. Mas aqui tem a explicação correta: http://www.lostinchicklit.com.br/2009/01/o-que-e-chick-lit.html
      Beijos!

      • Responder

        beatriz

        setembro 25, 2012

        Gostei da definição de Chick lit: livros de mulherzinha. hihi *-*

  3. Responder

    Mariana

    setembro 25, 2012

    gostei da sua resenha, fiquei bem curiosa pra ler o livro…
    tenho alguns na lista e acho que esse vai entrar na fila [love]
    bjos

  4. Responder

    Quequel

    setembro 25, 2012

    Eu quero, eu quero !!
    Adoro umas historias lights assim .. de vez em quando.
    Descançam a mente. kkk
    Bjinssssssss

  5. Responder

    Dud's

    setembro 25, 2012

    oi querida,
    adorei a resenha. Parece bem leve e divertido. Chick lit não é bem o que eu mais gosto de ler, mas confesso que fiquei curiosa.
    boa semana
    ;*

  6. Responder

    Camila Araújo

    setembro 25, 2012

    Desde que vi da primeira vez, adorei a capa do livro.
    Adoro o estilo chik-lit e quero ler esse, mas acho que vou esperar sair a continuação pra não rolar frustração com o final. ^^

    Beijos.

  7. Responder

    Igor Thiago

    setembro 25, 2012

    /Não sei o que significa chick lit/ Concordo com você, as vezes as traduções acabam com o livro. O título do livro em brasileiro nem me chama atenção, juro. Odeio casamentos, vamos dizer, me da um certo tédio. Mas, que bom que você gostou do livro. Mas acho que não vou conseguir ele, por mais que os personagens sejam bem construídos junto ao cenário, deve ter sido sim um assunto bem abordado porque né 400páginas avê maria, rs. Ah, não sei. Eu vou pensar, essa é a primeira resenha que leio do livro, e ela mexeu um pouco, foi bem escrita. Mas não chegou ainda a me dar aquela vontade de ler, vamos ver.. Ainda mais que é trilogia né? Está muito ruim assim, só estão criando livros contínuos [cry]
    Beijoss.
    *odeiocasamentos.

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      setembro 26, 2012

      Chick lit é, resumidamente, leitura de mulherzinha, hehe. É literatura mais feminina, mais voltada para as mulheres.
      E eu entendo o que você diz sobre as séries, porque também estou cansada delas. Parece que, hoje em dia, qualquer livrinho é uma série. Eu não sabia que esse era quando a editora me mandou, mas como eu adorei o livro, já estou esperando a continuação (que sei que vai demorar anos pra sair, como sempre >.< ) Beijos!

  8. Responder

    Bruna

    setembro 25, 2012

    Provavelmente irei gostar desse livro, amo chick-lit, mas como sou muito ansiosa prefiro esperar a continuação sair primeiro para não roer todas minhas unhas haha

    Beijos Bruna.

  9. Responder

    Babi Lorentz

    setembro 25, 2012

    Aw! Esses livros sem finais acabam com a gente, não é?
    Mas pelo menos sabemos que há continuação (por outro lado, essa falta de previsão para lançamento, sempre nos deixa mal, te entendo).
    Não gosto quando as editoras mudam os títulos dos livros. Ainda acho que às vezes seria mais interessante continuar com o título em inglês (fala sério, é a língua mais falada em todo o mundo e dá pra entender a essência do livro ao ler a sinopse).
    Enfim, é isso.
    Não sei se leria porque não sei se faz o meu estilo, Gabi.
    Beijos.

  10. Responder

    Ludmila

    setembro 26, 2012

    Olá Gabi,
    Queria muito ler uma resenha desse livro, pq desde que o vi pela primeira vez fiquei morrendo de vontade de lê-lo.
    Agora, depois de ler sua resenha positiva e recomendando o livro e certo que irei ler [happy] estou curiosíssima!
    E quanto ao título, meu Deus, quanta diferença!!
    Amo um bom chick lit!
    Adorei a resenha!
    Beijos

  11. Responder

    Beatriz Gosmin

    setembro 26, 2012

    Gostei muito da resenha, a história parece ser bem original!
    Faz muito tempo que não leio um Chick lit, e são leituras tão gostosas de se ler! Eu adoro.
    Estes livros são ótimos quando estamos intoxicados com a leitura, aqueles momentos em que bate um desânimo em começar a ler um livro… 😀

    Beeijos!
    http://www.livroseatitudes.com.br

  12. Responder

    Lyn Biagini

    setembro 26, 2012

    Desde que eu li a sinopse desse livro eu já tinha achado ele interessante… Bom saber que você tbm gostou 🙂

    Vou dar uma conferida logo!

    Beijo

  13. Responder

    Lívia Carolina

    setembro 26, 2012

    Oi Gabi!
    Eu estou namorando esse livro! rs
    Coloquei na minha listinha de leitura que não para de crescer! rs
    Acho que vou gostar!
    Bjos

  14. Responder

    Rafa Ribeiro

    setembro 26, 2012

    Olha, fiquei curiosa pra ler esse livro *.*

    Adoro tuas resenhas ♥

  15. Responder

    Juh Claro

    setembro 26, 2012

    Estava esperando sua resenha sobre esse livro porque me apaixonei pela capa quando vi. Não gosto quando mudam totalmente o título de um livro – ok, tem que adaptar pro português, mas tem hora que não conseguem deixar um nome tão legal, né?
    Chick-lits me agradam DEMAIS e estou com saudade de ler algo assim, quem sabe vai pra minha wishlist haha

    Vai ter continuação = trilogia/série? Ou só mais um livro?
    Beijos.

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      setembro 26, 2012

      Não sei quantos livros serão ainda, Juh, mas espero que não sejam muitos! D=
      E eu também estava com tanta saudade de um chick lit! Vou engatar só neles agora, depois de tantos livros com protagonistas chatas e finais decepcionantes, haha!

  16. Responder

    Monaliza Vasconcelos

    setembro 26, 2012

    Fluffy,eu gostei da historia do livro, parece ser bom, mas esse titulo realmente não convenceu kkkk Se o titulo está assim, imagina o restante da tradução né? Mas enfim, deve ser bom *-* se achar compraria,mesmo assim.

    WE HEART IT,FILMOW, SKOOB, qual desses vc usa?
    mentesolvente.blogspot.com
    conte pra mim e aproveita e me segue em todas *-*
    bjs

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      setembro 26, 2012

      Oi! Eu tenho as três redes sociais que você citou, e estão todas linkadas no meu perfil aqui no blog 🙂
      Comentei no seu post sobre elas adorei!
      Beijos.

  17. Responder

    Sammy

    setembro 26, 2012

    Um livro bem interessante, pelo visto um romance gostoso, para se ler em uma tarde fria como essa, rsrs. Adorei a resenha, a estória me parece muito envolvente e emocionante, eu adoraria ler um dia desses [wink]

    Bjs

  18. Responder

    Amanda Almeida

    setembro 26, 2012

    Oi, Gabi, tudo bem?
    Tinha visto esse livro no face na época do lançamento, e pra ser sincera ele não me chamou muita atenção, até agora. Por isso acho que as vezes essas editoras pecam na adaptação do título e acabam perdendo leitores. Raramente leio a sinopse de um livro antes de comprar, por isso alguns acabo deixando de lado. Mas depois de ler sua resenha fiquei muito, mas muito curiosa *-* gosto de livros assim, que despertam nossos sentimentos e mechem com a gente, e chick-lits assim são os melhores, fazem rir, dão raiva e até as vezes nos fazem derramar algumas lagrimas. Gostei muito da resenha e já coloquei o livro no meio dos desejados.
    Abraços flor,
    Amanda Almeida

  19. Responder

    Marla

    setembro 26, 2012

    Para ser sincera, não gostei muito da capa e nem do título, mas gostei do enredo.
    Pena que o final não tão bom!!
    *bye*

    Louca por Romances

  20. Responder

    May

    setembro 26, 2012

    Olhando assim o nome, parece que ele é nacional. A capa dele é bem bonita, e confesso que sua resenha me fez despertar algo para querer lê-lo, se tiver oportunidade…

    Beijinhos,
    May :*

  21. Responder

    Bianca Sampaio

    setembro 26, 2012

    Oi, Gabi!
    Adoro chick-lits e esse parece que vai me agradar bastante. Quanto ao título, comecei a ler sua resenha achando que o foco era só no casamento, mas parece a editora pecou na tradução, né?

    Beijos!

  22. Responder

    Bruna

    setembro 26, 2012

    oii amiga!

    nunca tinha ouvido falar desse livro e adorei sua resenha!
    adoro chick-lits e uma festa de casamento com certeza é um cenário perfeito pra que um monte de confusão possa acontecer.
    fiquei super com vontade de ler^^

    megaa bjoo
    ;**

  23. Responder

    Juliana Guedes

    setembro 27, 2012

    A estória parece muito interessante eu gosto de livro que retrata a vida familiar,mas não queria pegar outra série para ler parece que virou moda entre os autores .~.
    Amei a resenha beijos

  24. Responder

    Raíssa Lins

    setembro 27, 2012

    Pela capa eu imaginava que o livro fosse um drama ou algo assim, não um chick-lit haha Faz um tempo que não leio um bom chick-lit, então acho que essa pode ser a escolha certa, né? Dramas familiares, quando bem construídos, sempre me agradam muito. Espero gostar tanto do livro quanto você, Gabi 🙂

  25. Responder

    Julia G

    setembro 27, 2012

    Oi Gabi, que delícia de história. Eu ainda não li, mas pelo que você comentou, parece ser daqueles livros que tem todos os ingredientes para fazer uma leitura maravilhosa.
    Juro que eu não sabia que era um chick-lit (tenho uma leve impressão de já ter visto comentários sobre isso, mas ainda assim, foi uma surpresa para mim, rsrs).
    Não gosto muito quando as editoras trocam os nomes oficiais, raramente acertam.

    Beijos

  26. Responder

    Isis

    setembro 27, 2012

    Olá Gabi, amei sua resenha, achei a capa linda, talvez o titulo não seja tão abrangente como a história, mas por conta dele me deu uma louca vontade de ler o livro. Fiquei morrendo de pena da Connie a mãe, ela deve se meter em todas as confusões para tentar apaziguar as coisas, tadinhaaaa!!!!

    Mil beijos e obg por passar sempre lá no blog

    Isis Silva

    Felicidade nos livros

  27. Responder

    Thais Teixeira

    setembro 27, 2012

    Desde o lançamento deste livro que eu ando ansiosa para lê-lo. Infelizmente a minha lista de espera anda grande, então terei que esperar mais um pouquinho para comprar o meu!! Parabéns pela resenha Gabi ;D

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

  28. Responder

    PretonoBranco

    setembro 27, 2012

    Às vezes me pergunto onde as pessoas estão com a cabeça quando fazem algumas traduções. Que coisa completamente louca foi essa? rs, o título original além de ser mais interessante segundo você ainda tinha mais a ver com a história.
    Gostei da resenha, mas não me interesse muito pelo livro, principalmente por ser uma série, rs.
    Beijo!

ESCREVA UM COMENTÁRIO