Resenha do Filme: As aventuras de Peabody & Sherman

resenha do filme As aventuras de Peabody & Sherman

As aventuras de Peabody & Sherman
Animação, aventura
Ano: 2014
Direção: Rob Minkoff
Duração: 1h32min
Estados Unidos

Sr. Peabody é um magnata de negócios, inventor, cientista, ganhador do prêmio Nobel, chef, duas vezes medalista olímpico e gênio… Que também é um cachorro. Usando a sua engenhosa invenção, a máquina WABAC, o Sr. Peabody e seu filho adotivo, Sherman, viajam no tempo para vivenciar eventos que mudaram o mundo em primeira mão e interagir com as maiores personalidades da história. Mas quando Sherman quebra as regras da viagem no tempo, nossos dois heróis entrarão em uma corrida para reparar a história e salvar o futuro, enquanto Sr. Peabody enfrenta o maior desafio de sua vida – ser pai.

Sr. Peabody (como prefere ser chamado) sempre foi um cachorro diferente. Rejeitado pelas crianças e suas brincadeiras com bolinhas que não lhe agradavam em nada, resolveu dedicar seu tempo aos livros e pesquisas, e chegou a criar inventos pelo bem da humanidade e a ganhar um prêmio Nobel, além de tocar inúmeros instrumentos e ser ótimo com drinks e comidas. Certo dia, o cão mais inteligente do mundo encontra um bebê humano e resolve adotá-lo. Assim, Peabody tenta passar para o pequeno Sherman todo o seu conhecimento e, para isso, constrói uma máquina do tempo para que possa ensiná-lo sobre as histórias de outros países, de outros tempos, de grandes personalidades e feitos da humanidade.

O grande desafio que os dois enfrentam é quando chega a hora de Sherman ir à escola. O cão, como todo pai, preocupa-se com o fato de deixar o garoto ‘sozinho’ num ambiente diferente de onde crescera até ali, mas aposta neste desafio em que Sherman está eufórico para viver. O conhecimento do menino é de impressionar, o que chama atenção das pessoas e os acontecimentos entorno disso levam Sherman e seu Paichorro a terem que conviver com outras pessoas e viver situações, de fato, de pai e filho.

Na escola conhecemos Penny, uma menina mimada que, incomodada com a presença cheia de conhecimento e histórias de Sherman, e se aproveitando do fato nada comum de ele ser filho de um cachorro, cria problemas com ele e o leva até apensar sobre a sua ‘estranha’ família. A relação das crianças é que nos leva à grande viagem do filme, quando, para tentar se aproximar amigavelmente de Penny, Sherman, mesmo sob recomendações de cuidados de Peabody, revela a máquina do tempo para a menina que, danada, não perde a oportunidade de viajar. Conhecemos as terras dos faraós, o sorriso da Monalisa e entramos no cavalo de Tróia.

resenha do filme As aventuras de Peabody & Sherman

Dos livros de história para a tela dos cinemas, alguns acontecimentos que marcaram a humanidade são retratados com humor. De forma superficial, afinal não é uma aula, findamos por saber um pouco de história e, para as crianças, pode ser um bom incentivo para querer abrir o livro e conversar sobre isso na escola.

Mais do que uma aula lúdica, o longa nos ensina sobre aceitar as pessoas (ou os cães) como elas são; Que não importa como eu sou, eu posso ser uma boa pessoa, eu posso fazer o bem, eu posso cuidar de alguém. E, acima de tudo, como nos filmes que falam em família e que me tocam tanto, o amor incondicional supera as dúvidas e os desafios.

Nada como uma boa animação para descansar, rir um pouco e até se emocionar. Um dos meus gêneros cinematográficos preferidos, a animação é quase sempre uma boa aposta. Cada vez menos o público desse tipo de filme tem sido definido pela idade. As animações tem tratado bastante do cotidiano, do que é comum em nossas vidas e de uma maneira linda e lúdica, de onde podemos tirar boas lições e formas simples de ensinar aos pequenos e de aprender, claro.

POSTS RELACIONADOS

9 comentários

  1. Responder

    May

    26/03/2014

    Oi flor, tudo bom? Ainda não sabia desse filme, mas, depois desse post tão encantador, vou procurar assistir no final de semana

    Beijos,
    May :*

  2. Responder

    Mirelle Candeloro

    26/03/2014

    Karol do céu! Eu não fazia ideia de que esse filme era sobre isso. Amei, amei, amei! Que história mais inusitada. Um menino filho de um cachorro? Uma máquina do tempo para ensinar as grandes histórias da humanidade?! AMEI! Sua resenha está perfeita. Valeu pela dica. Quero muito assisti-lo agora. Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

  3. Responder

    Carolina

    26/03/2014

    Aw, parece ser um filme super gracinha! Nem conhecia ele, sempre bom ter filmes novos pra adicionar na lista.

    Beijão

  4. Responder

    Gabi Orlandin

    28/03/2014

    Karol, eu amo filmes de animação, e acho que todos já sabem, haha. A sua resenha me deixou com água na boca pois parece ser uma história bem diferente, né? Um cachorro, pai de um menino? Como assim, preciso ver isso. Adoro cachorros, tenho certeza que vou me conquistar. E, apesar de história não ser meu forte (me arrependo de não ter prestado mais atenção a essas aulas!) fiquei bem curiosa pra ver as cenas da volta ao tempo. Tenho certeza que até meu namorado vai curtir. Como você disse, animações estão se tornando “sem idade”, e isso é ótimo! 😀
    Beijos.
    Um lindo final de semana pra ti <3

  5. Responder

    ana clara

    11/03/2015

    é muito legal esse filme

  6. Responder

    Lua Blanco

    30/05/2015

    Muito bom o filme assistir com o meu sobrinho e todos nos gostamos muito do filme, mais não sabia que existia esse filme. muito bom vc ser feito esse resumo vc descreveu o filme muito bem ….
    Um beijo Lua Blanco

  7. Responder

    Andreynna Cristina

    04/04/2016

    Muito bom! Isso me ajudou mt no trabalho q tenho que faze para a escola!!!
    Obrigada e meus Parabéns! Bjos

  8. Responder

    samira

    08/08/2016

    adorei [love] [love] [love] [love] [love]

  9. Responder

    Eduarda

    06/09/2017

    “achei muito legalzinho o filme,assisti esse filme mesmo porque estava precisando muito por causa da escola que precisava do resumo inteiro pra mim ganhar ponto na aula de português.“

ESCREVA UM COMENTÁRIO