Steve McVicker – Eu te amo, Phillip Morris

Eu te amo, Phillip Morris
Steve McVicker
Editora Planeta
256 páginas

Fugir de uma prisão no Texas pode parecer comum. Fugir quatro vezes é incrível. Fugir quatro vezes em cinco anos, e sempre em uma sexta-feira 13, é trabalho para uma lenda! Artista. Ladrão. Estelionatário. Romântico incorrigível.

Preso por cometer diversos golpes para sustentar sua vida luxuosa, Russell não se contenta em ficar esquecido em uma cela, longe do amor de sua vida. E parece ter apagado por completo seu passado como policial honesto, rigoroso pai e marido amável. Agora que descobriu o significado de sua vida, tudo que precisa é de liberdade!

Em Eu te amo, Phillip Morris, o jornalista Steve McVicker narra com detalhes as desventuras de Steven Russel, que acabou se tornando um dos maiores mitos da história carcerária dos Estados Unidos.

Eu te amo, Phillip Morris é a história de “um dos maiores mitos carcerários dos Estados Unidos”, como diz a sinopse da contracapa do livro. O autor, Steve McVicker é jornalista e conta a história de Steven Russel e de seus feitos através de entrevistas que o autor realizou de dentro da prisão com Russel, além de outras pessoas conhecidas dele. Além de fugir da prisão quatro vezes, existe a coincidência (ou não) de isso acontecer sempre numa sexta-feira 13, assim como foi numa sexta-feira 13 que nasceu Phillip Morris, há muitos anos atrás.

Russel já foi casado com uma mulher, mas depois de certo tempo descobriu que se sentia muito mais atraído por homens. Depois de assumir sua homossexualidade, começou a cometer roubos muito ardilosos, muito bem pensados e planejados, falsificou documentos, enganou pessoas da lei, confundiu policiais com suas ligações, passando-se por outras pessoas (coisa em que Russel é mestre), foi preso, fugiu e tornou-se um fugitivo. Tudo isso para manter uma vida luxuosa com seus namorados, antes James Keppler e, posteriormente, Phillip Morris.

Porém, antes de ter essa vida completamente maluca em que se fez passar por inúmeras pessoas ao longo dos anos, Russel foi um homem bom (e ainda é um homem bom, mas tem as suas excentricidades, porém nunca cometeu outros crimes além de roubos e falsificações). Ele já trabalhou como policial, multando motoristas que ultrapassavam limites de velocidade, ajudou a desmantelar pessoas e empresas envolvidas em operações ilegais, foi marido e era (e ainda é) um pai muito amoroso.

Por trás do mito do bandido, Steven Russel é um homem bom, mas que gosta de viver bem. Eu te amo, Phillip Morris é um livro que mantém o leitor preso da primeira à última página com uma leitura leve, mas que mostra em detalhes toda a vida de Russel até hoje. O livro deu origem ao filme com o nome “O golpista do ano” (poderiam ter deixado o mesmo nome do livro, mas enfim…), lançado em 2010.

Imperdível, intrigante, impressionante.

POSTS RELACIONADOS

8 comentários

  1. Responder

    Babi

    07/02/2011

    Que blog mais lindo, eu AMEI!!!

    Obrigada por visitar o meu!!

    Beijinhos

  2. Responder

    Renata

    09/02/2011

    adorei a resenha, ficou mto boa!
    esse é mais um livro q eu quero ler em 2011! a leitura, como vc falou, parece ser mto interessante!

    bj [smile]

  3. Responder

    Jess

    10/02/2011

    nossa! Fiquei curiosa pra ler o livro.
    Não sabia que o filme se baseava numa historia real.. (nem vi o filme tbm.. mas queria! rs)

    bjss

  4. Responder

    Fernanda Hauptmann

    10/02/2011

    Adorei a dica de livro, entrou pra minha lista de aquisições com certeza!

  5. Responder

    Juli

    11/02/2011

    Só assisti o filme, e acho que realmente erraram de dar esse nome… tem algumas cenas um pouco “pesadas” e nunca tinha visto tanta gente levantar e sair do cinema, hahaha, acho que as pessoas pensavam ser uma comédia estilo Jim Carrey.

    Mas, os livros sempre são mais interessantes né?

  6. Responder

    Claudinha

    11/02/2011

    Quando soube do lançamento do filme e vi que era inspirado em um livro corri pra comprá-lo. Isso foi em 2009, acho, e tenho ele aqui mas ainda não deu pra pegar, tem muita coisa pra ler, omg! :X Adorei a dica. 😉

    Beijos

  7. Responder

    Sharon

    11/02/2011

    Oie.
    Primeiramente, amei demaaais o seu blog.
    Achei super legal esse livro, parece valer a pena. Vou procurar, com certeza.

    Bjs.

  8. Responder

    Maay

    12/02/2011

    Adorei a Simopse.. assim que der, quem sabe não leio!

ESCREVA UM COMENTÁRIO