Hannah Howell – A Intuitiva, série Wherlocke #3

resenha do livro a intuitiva série wherlocke

A #semanaWherlocke é uma semana dedicada à série de livros “Irmãs Wherlocke“, de Hannah Howell e publicados pela editora LeYa, que é parceira desta ação. De 15 a 21 de junho, teremos resenhas de todos os livros aqui no blog e, no fim dessa semana, vai rolar um mega sorteio na fanpage. Vai perder? A primeira resenha já foi publicada aqui, e a segunda aqui.


resenha do livro a intuitiva série wherlocke

A Intuitiva
Série Irmãs Wherlocke, livro 3
Hannah Howell
Editora LeYa, 2011
224 páginas

Assim como a maioria de seus familiares, Alethea Vaughn possui dons especiais. Desde pequena ela tem visões de um homem desconhecido. Passados 15 anos, ela prevê um risco iminente de morte. Ela precisa encontrá-lo, contar sobre sua visão e convencê-lo de que corre perigo… Mas quem acreditaria numa estranha com uma conversa dessas? Ainda sob ceticismo, ele percebe sinceridade na desconhecida, e decide acreditar nela para tentar descobrir o paradeiro de seus dois sobrinhos, desaparecidos após a trágica morte de sua irmã e do esposo. Durante essa busca, floresce uma forte admiração entre os dois, até surgir a perigosa Claudete, uma antiga amante de Hartley, e que Alethea descobrirá estar entre as pessoas mais ameaçadoras da alta sociedade. Então, a sua vida também passa a correr perigo e ela precisará mais do que nunca de seus poderes para garantir a sua segurança.

Eu já comentei na resenha do segundo livro da série Wherlocke que o enredo era bastante semelhante ao primeiro livro. O fato de Hannah Howell fazer, agora, o terceiro livro novamente com uma trama que eu diria ser quase idêntica, pode ser uma coisa que incomodaria alguns leitores. E é aqui que entra a “coisa” que não consigo entender – e ao mesmo tempo admiro – da autora: mesmo fazendo praticamente a mesma história, apenas com personagens diferentes, ela conseguiu me prender do início ao fim da leitura!

No terceiro livro da série, conhecemos uma mulher que não é integrante da família Wherlocke, mas de seus primos, os Vaughn, que possuem os mesmos dons. Alethea Vaughn é uma viúva que tem o poder de ver imagens, cenas e ter visões com os mais diversos objetos que toca. Se ela tocar um objeto qualquer usado por determinada pessoa, ela pode ver algo do futuro, ou mesmo um acontecimento do passado, e então, após cada visão, ela desenha exatamente o que viu, em traços rápidos e precisos.

Desde muito jovem, Alethea tem visões com um homem que ela não conhece: pelo menos uma vez ao ano ela enxerga partes de sua vida, até o dia, 15 anos depois, em que prevê sua morte. Sem pensar duas vezes, Alethea entra em ação para salvar a vida desse desconhecido, e não imagina que a confusão em que vai se meter pode mudar a vida de muitas pessoas – inclusive a dela mesma – e ela vai precisar de seus poderes, e de seus familiares, para combater todo o mal que ronda na alta sociedade de Londres. E também precisará de força para resistir aos encantos do homem misterioso que acabou de conhecer. Ou, talvez, não seja preciso resistir…

resenha do livro a intuitiva série wherlocke

Para mim, o terceiro livro foi o melhor até então. Alethea é, como as outras personagens da autora, uma mulher destemida, que não pensa duas vezes antes de salvar a vida de um homem que ela nem imagina quem é. Suas decisões são sempre racionais e bastante pensadas, e isso é uma parte do que faz essa personagem ser incrível. O homem misterioso também tem um papel importante no quesito “personagens incríveis”: por ser um pouco desastrado com suas emoções desconhecidas, age de uma forma um tanto engraçada e até mesmo patética. Ri alto em alguns trechos, e suspirei em outros.

Novamente, reencontramos alguns personagens das histórias anteriores: membros das famílias Wherlocke e Vaughn voltam para ajudar Alethea a resolver os mistérios. Então, para encontrar e mandar para a forca os responsáveis pelo assassinato de tantas pessoas e, ao mesmo tempo, descobrir o paradeiro dos sobrinhos de Hartley, os Vaughn e os Wherlocke juntarão seus poderes em uma caçada que pode lhes custar a vida, ou quase.

Não posso me esquecer de citar que há uma dose de erotismo na leitura, assim como nos livros anteriores, mas na medida certa para que, dentre um mistério e outro, sintamos saudade dessas cenas (como a personagem é destemida, teremos cenas interessantes e bastante engraçadas nesse quesito!). Hannah me conquistou com este terceiro livro da série, expondo diversas facetas sobre os prós e contras dos dons das famílias, aprofundando o talento de cada um. Espero que o quarto e último livro feche a série com chave de ouro – e eu estou prevendo que sentirei saudades dessa trupe quando a leitura terminar!

POSTS RELACIONADOS

7 comentários

  1. Responder

    alice aguiar

    junho 19, 2014

    eu pretendo ler esse livro em breve, acho que cheguei a mencionar na primeira resenha que só li até o segundo.
    gostei da história, me pareceu interessante só que algo sempre me incomoda nos livros da hannah são as cenas eróticas, n pq eu não goste, mas por algum motivo eu acho engraçado e n consigo levar a sério uhsashu sim é verdade.
    chega a ser tenso.

  2. Responder

    Sora

    junho 19, 2014

    Oi Gabi! [happy]
    Essa série parece ser maravilhosa! Ainda não li nenhum dos livros, mas eles estão na lista de desejados faz tempo.

    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

  3. Responder

    Desbravadores de Livros

    junho 20, 2014

    Não é exatamente uma série que costumo ler, mas gostei da resenha e fiquei curioso. Quem sabe eu leia mais para frente.
    Lerei a resenha dos livros anteriores.

    M&N | http://desbravadoresdelivros.blogspot.com.br – Participe do nosso top comentarista de junho

  4. Responder

    Beatriz Nathaly

    junho 20, 2014

    Olá, Gabi! Tudo bem? Preciso parar para ler essa série, parece ser muito boa e me interessou bastante só por ler a sinopse!

    Beijinhos!

    Bia – Blog Escrevendo Mundos

  5. Responder

    Milena Soares

    junho 21, 2014

    Amo série com irmãs!

  6. Responder

    Débora

    junho 24, 2014

    Quero ler esse terceiro livro, já que foi o melhor da série, e já li em outras resenhas que realmente é isso [love] [love] Saudades das cenas dos outros dois livros… Hum, com aquela pitadinha familiar de inocência e erotismo na medida certa! Amei!

  7. Responder

    Anna Paula

    junho 24, 2014

    DE TIRAR O FÔLEGO! [happy]

ESCREVA UM COMENTÁRIO