James Patterson – O Dom: 2º livro da série Bruxos e Bruxas

resenha do livro o dom bruxos e bruxas

O Dom
Série Bruxos e Bruxas, livro 2
James Patterson
Editora Novo Conceito, 2013
288 páginas

Os irmãos Allgood nunca desistem de lutar contra os poderes autoritários e desumanos d’O Único Que É O Único, mas, agora, eles estão sem Margô — a jovem e atrevida revolucionária; sem Célia — o grande amor de Whit; e sem seus pais — que provavelmente estão mortos…
Então, em uma tentativa de esquecer suas tristes lembranças e, ao mesmo tempo, continuar seu trabalho revolucionário, os irmãos vão parar em um concerto de rock organizado pela Resistência onde os caminhos de Wisty e de um jovem roqueiro vão se cruzar. Afinal, Wisty poderá encontrar algo que lhe ofereça alguma alegria em meio a tanta aflição, quem sabe o seu verdadeiro amor…
Mas, quando se trata destes irmãos, nada costuma ser muito simples e tudo pode sofrer uma reviravolta grave, do tipo que pode comprometer suas vidas. Enquanto passam por perdas e ganhos, O Único Que É O Único continua fazendo uso de todos os seus poderes, inclusive do poder do gelo e da neve, para conquistar o dom de Wisty… Ou para, finalmente, matá-la.

A resenha é do segundo livro da série, mas está livre de spoilers! Pode ler sem medo! \o/

O primeiro livro, Bruxos e Bruxas, me agradou muito, como eu comentei na resenha dele para vocês. Bom, algumas pessoas não tiveram uma boa experiência com o primeiro livro, mas como disse, eu tive uma ótima impressão e curti demais a história.

Neste segundo livro, os irmãos Allgood, Whitford e Wisteria, enfrentam desafios ainda maiores para salvar a sua própria vida e a de centenas de crianças da mão da terrível, inescrupulosa e maluca Nova Ordem. Para refrescar a memória, ou para quem desconhece a história da saga, a Nova Ordem é um governo totalitário que pretende comandar o mundo, através de suas táticas de opressão, tortura e abolição de tudo o que lhes é prejudicial: qualquer tipo de arte, de liberdade de expressão ou magia. Por isso eles odeiam adolescentes e crianças, que ainda guardam esperança e vontade de lutar em seus corações. E os irmãos Allgood têm tudo o que eles mais temem: magia. E neste segundo livro, descobrimos que, mais do que querer matá-los, a Nova Ordem tem outros planos. Mas Whit e Wisty não vão abrir mão de seus Dons. Talvez eles sejam os únicos que ainda podem salvar o mundo.

“Vejo bombardeios passando ao longe, seus rastros ficando cor-de-rosa à luz do sol que se põe. Será que o mundo virou de cabeça para baixo? Que tudo que era normal ontem está extinto hoje?” Página 79

Enquanto li este livro, tive a impressão de que não consegui me concentrar tanto na história. No início do livro, senti que ela mudou um pouco de rumo, mas, felizmente, essas mudanças ficaram em segundo plano, e ainda a história da N.O. e dos irmãos fica em evidência. De qualquer forma, me senti sendo arrastada durante algumas páginas. Achei que alguns trechos ficaram mal explicados, porém, nada que me fizesse desgostar da história. Esses detalhes acabaram contando um pontinho a menos na classificação geral desse livro.

Em Bruxos e Bruxas, a narração foi alternada apenas pelos dois personagens principais, enquanto em O Dom temos uma narração, mais rara, em terceira pessoa, onde vemos alguns poucos acontecimentos que não ocorrem com os bruxos. Isso foi bom, pois deu uma nova dinâmica à história. A escrita de Patterson continua rápida e fácil de ler, com comentários sarcásticos e engraçados em meio ao caos e o drama, e frases direcionadas ao leitor, diretamente do personagem, fazendo com que nos sintamos mais próximos à história.

Se você leu o primeiro e não gostou, acredito que também não vá gostar da continuação. Porém, se você gostou de Bruxos e Bruxas, recomendo que leia O Dom, pois a história, apesar de tudo, evolui, possibilitando enxergar um pouquinho do que é o plano maior por trás de tanta maldade. Torci por alguns personagens que nunca achei que fosse gostar, odiei outros que adorava… É um livro de tirar o fôlego, e você lê num piscar de olhos! E ainda, te deixa ansioso para a continuação, é claro!

POSTS RELACIONADOS

18 comentários

  1. Responder

    Igor

    08/01/2014

    Oi Gabi! Eu tenho uma relação de amor e ódio com a série (mais ódio), as veze os personagens conseguem me instigar, a trama é legal, mas tem tempos na leitura que não dá para aguentar. Eu li os livros rapidinho, porque a escrita de James é… sem palavras; falta uma essência, não sei.

    Beijos.

  2. Responder

    Babi Lorentz

    08/01/2014

    Eu gostei de Bruxos e Bruxas também, Gabi, e estou super curiosa para ler O Dom. Acho que vou acabar gostando de forma geral desta série, mesmo que ainda tenha algumas falhas.
    Beijos.

  3. Responder

    Larissinha Parente

    08/01/2014

    O 2º livro da série Bruxos e bruxas parece ser surpreendente!

    Beijos!

  4. Responder

    Naomi

    08/01/2014

    Eu li e Bruxos e Bruxas, é muito bom [heart] Mas ainda não li o Dom, essa resenha me deixou ansiosa para ler >< haha, <3 O legal é que os capítulos tem no máximo duas páginas e quando você chega em um novo cap. da mais vontade de ler *-* adorei o post!

  5. Responder

    alice aguiar

    08/01/2014

    essa pra mim é uma das piores leituras do ano passado, não aguentei olha.

  6. Responder

    Tarcila Lima

    09/01/2014

    Gabi, eu ainda nao li o primeiro e não me senti tao entusiasmada em começar. Acho que justamente pelas resenhas contraditorias que li. Uma pena pois o trabalho de mkt da NC tá sendo impecavel.
    Beijo

    baianaliteral.com

  7. Responder

    Mirelle

    09/01/2014

    Oi Gabi, confesso que até hoje essa é uma série que não tenho vontade de ler, e que depois que descobri da história da terceirização da escrita por parte de James, ficou ainda mais difícil de engoli-la.. mas também não sou assim tão radical. Se um dia rolar a oportunidade de lê-lo, beleza, só depois disso é que serei capaz de opinar realmente. Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

  8. Responder

    Gabriela Gouveia

    09/01/2014

    Acabei de comentar em outro blog que a minha lista para livros só cresce, e você tem uma boa parcela de culpa nisso, viu Gabi? (bem, na verdade o Fluffy! rs [love] )
    Sobre este livro, eu não li o primeiro, por isso estou boiando na resenha, mas a história parece ser interessante. Se um dia eu ler eu venho te contar se gostei [heart]

    Beijos, Gabi!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      11/01/2014

      Ups, desculpa! Não posso evitar de aumentar a sua lista, hahaha!
      “Bruxos e Bruxas” não é uma das séries mais amadas por aí, mas se um dia for ler, espero que fique na turma dos que gostaram :3
      Beijão!

  9. Responder

    Sandra

    09/01/2014

    Oi, Gabi!

    Eu fui uma dessas pessoas! Ahahahaha
    ODIEI o primeiro livro. Li o segundo, achando que ia melhorar, mas não funcionou pra mim.
    Até já passei pra frente, doei… rsrs.
    Não consegui gostar dessa história.
    Prefiro James Patterson escrevendo policiais. 🙂

    Beijinhos!

  10. Responder

    Cris

    09/01/2014

    Ai, agora fiquei na dúvida rs Queria muito começar essa série, mas linha uma resenha do dois livros que me desanimaram muito. Agora com a sua, fiquei na dúvida rs Acho que vou dar uma chance rs
    Beijos! =**

  11. Responder

    Fabiana Strehlow

    10/01/2014

    Oi, Gabi!
    Taí uma série que não me deve nada!
    Que me perdoem os fãs, mas acho que ficou a desejar. Essa é a minha opinião, mas, respeito totalmente quem curtiu.

    Beijos!

  12. Responder

    Fernanda Moraes

    10/01/2014

    Eu realmente vi muita gente reclamando do primeiro livro, e confesso que tinha ficado desanimada, mas acabei ganhando e vou ler pra tirar minhas próprias conclusões.
    Eu espero que eu goste, e chegue a ler o Dom logo em seguida! =)

    Beijos.

  13. Responder

    Erica Martins

    16/01/2014

    Não gostei do 1° livro e resolvi abandonar a série. Minha amig amou o 1° e odiou o 2°. Varia mesmo de pessoa para pessoa.

    Espiral dos Sonhos

  14. Responder

    Lucas Assunção

    16/01/2014

    Oooi Gabi acabei vendo seu blog por acaso graças a essa sua resenha e amei ele. Eu li os 2 livros e confesso que fiquei sem palavras pra essa série, claro tem suas falhas sim, mas, o James fez um otimo trabalho e estou curioso para ler os próximos… Por mais que muitos não tenham gostado da Wisty como ja vi em muitas resenhas e comentários eu gosto dela, o jeito como trata as situações (e o Byron)… Bom é isso

    Beijooos

    • Responder

      Gabi Orlandin

      16/01/2014

      Oi Lucas! Bem vindo ao blog o/
      Que bom saber que você gostou da série Bruxos e Bruxas. Também estou ansiosa pela continuação. Acho a Wisty uma personagem e tanto!
      Volte sempre aqui! :3 Beijos.

  15. Responder

    WENDEL COSTA

    11/03/2014

    Olá Gabi! Como leito de André Vianco, Eduardo Spohr, Dan Brown e até mesmo de outros livros do James Peterson eu não deveria ter caído na basteira de ler esse livro.

    Eu até curto outros títulos voltados para a galera adolescente, mas acredito que esse livro cairá melhor para a garotada na idade da minha filha que tem 10 anos. Ela já esta lendo este livro e estou bem curiosos para saber a opinião dela. Parabéns pelo seu excelente trabalho no Fluff.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      15/03/2014

      Oi, Wendel! Obrigada pelo comentário.
      Eu estou curtindo essa série, pra te falar a verdade. A maioria das pessoas que opinou, disse que não gostou dos livros, mas, por algum motivo, eu gostei! Acho que, por ouvir tantos comentários ruins, acabei não colocando expectativas na leitura. Até porque não costumo ler histórias no estilo das outras do James Patterson.
      Abraços!

ESCREVA UM COMENTÁRIO