Emily Giffin – Questões do coração

resenha do livro Questões do coração

Questões do Coração
Emily Giffin
Editora Novo Conceito
438 páginas

Tessa Russo é mãe de duas crianças e esposa de um renomado cirurgião pediatra. Apesar dos avisos de sua mãe, Tessa recentemente abriu mão de sua carreira pra se focar na família e na busca da felicidade doméstica. Ela parece destinada a viver uma boa vida.

Valerie Anderson é advogada e mãe solteira de Charlie que tem apenas 6 anos e nunca conheceu o pai. Depois de muitas decepções, ela desistiu do amor – e até mesmo das amizades – acreditando que é sempre mais seguro não ter muitas expectativas.

Embora as duas mulheres vivam no mesmo subúrbio de Boston, elas tem muito pouco em comum além do amor pelos filhos. Mas numa noite, um trágico acidente faz suas vidas se encontrarem de um jeito inesperado.

Em uma história alternativa e com vários pontos de vista, Emily Giffin nos emociona com um livro luminoso em que boas pessoas são pegas em circustâncias insustentáveis. Cada um sendo testado de maneiras que nunca pensaram ser possível. E cada um deles descobrindo o que realmente importa.

Questões do coração é um livro realmente tocante, real e emocionante. A autora coloca todos os personagens como se fossem de verdade, com seus pensamentos vívidos, e faz com que acreditemos no que ele pensa, faz e diz. A narrativa se dá através de duas mulheres, que são as protagonistas do livro: Tessa e Valerie. Tessa fala em primeira pessoa, enquanto Valerie é narrada em terceira pessoa. No início, achei isso estranho e pensei: “como assim, duas vozes diferentes no livro?”, mas depois reparei que, se não fosse assim, eu me confundiria sem saber quem estava narrando seus sentimentos naquele momento. A base da história se dá através do que as pessoas sentem de verdade, tanto em relação ao amor quanto em relação à vivência familiar, o que é bastante retratado no livro.

Tudo começa quando ocorre um acidente e o filho de Valerie, Charlie, sofre queimaduras enquanto ele e seus amigos de seis anos assam mashmallows no quintal da casa de um amigo. Ele é tratado no hospital pelo dr. Nick Russo. Valerie é mãe solteira, pois o pai da criança abandonou-a antes mesmo de saber que estava grávida de um filho seu, e nunca mais o contatou – até por não saber onde ele está. Nick é casado com Tessa e tem dois filhos pequenos, Ruby e Frank. A união de ambos sempre foi muito estável, apesar das saídas repentinas de Nick enquanto estava de plantão no hospital. Como aconteceu no dia do aniversário de casamento de ambos, quando o doutor é chamado para uma emergência, onde um menino de seis anos sofreu queimaduras e precisa ser atendido.

O casamento de Tessa e Nick, repentinamente, começa a desmoronar aos poucos, na medida em que Tessa narra diversos acontecimentos e as mudanças de humor de Nick.
Valerie sempre achou que nunca teve sorte para o amor, e sempre se martirizou por não ter proporcionado a Charlie a alegria de ter um pai.

Estão em jogo diversos sentimentos: o amor de Val pelo filho, Charlie; o sentimento que sente por Nick, que não sabe explicar direito o que é; a tristeza de Tessa, ao constatar a realidade atual de seu casamento; a história dos pais de Tessa, que são divorciados; o sofrimento da perda e a capacidade de perdoar.

Este livro é mais do que uma história, é uma lição que levamos pra vida, por abordar tantos temas importantes e que, ultimamente temos a mania de não darmos muita atenção. Ele é um aprendizado, pois ensina-nos a fazer as melhores escolhas e optar para o que é o melhor para nós, sabendo que precisamos pedir o perdão e perdoar, assim como precisamos aprender a confiar, mesmo depois de termos motivos para não darmos a nossa confiança a alguém. E, acima de tudo, é um livro de convivência, em que nos ensina a viver sem que precisemos passar em cima de outras pessoas, para que aprendamos a valorizar não só os nossos sentimentos, mas os sentimentos alheios também.

Mais importante ainda: precisamos saber que nem sempre tudo é como a gente quer, e vou dizer: o final do livro é totalmente inesperado, e confesso: não foi nem um pouco o que eu esperava e queria que acontecesse, mas nem por isso deixou de ser lindo!

Obrigada mais uma vez à editora Novo Conceito por me proporcionar conhecer essa história linda. E parabéns pela arte da capa, uma das mais bonitas do acervo da editora, na minha opinião.

Ficou curioso pela história? Tem promoção aqui, aproveite! Clique aqui e participe!

POSTS RELACIONADOS

28 comentários

  1. Responder

    Ana

    12/09/2011

    Vou procurar AGORA, adoro os livros da Emily Giffin. Pra mim são aqueles q vc não consegue largar até terminar de ler kkkk

  2. Responder

    Ju Lemos

    12/09/2011

    Gabi… Tá ai um livro que eu adoraria ler! Gostei das observações que você a respeito de toda a narrativa do livro… principalmente aprendizado. Acho que todo livro nos deveria ensinar a ver as coisas de uma forma diferente o bem da palavra pedoar – mesmo que não seje tão fácil colocar ela em prática – a conviver com os mais diferentes tipos que podemos encontrar por ai.

    Bjus

  3. Responder

    Camila Faria

    12/09/2011

    Sempre dicas ótimas de leitura por aqui Gabi!

  4. Responder

    Julia G

    12/09/2011

    Gabi, eu sei que esse livro deve ser mesmo lindo, mas eu já li spoilers do final e isso me tirou qualquer vontade que poderia ter de lê-lo. Acho muito mais encantador quando um autor consegue criar personagens tão reais, principalmente na questão de não serem bons ou ruins, apenas humanos, que conseguimos entendê-lo sem julgar, e pela sua resenha, é mais ou menos isso que o livro consegue passar.

    Beijos

  5. Responder

    Camilla Martins

    12/09/2011

    Oi Gabi.

    Eu já tinha lido a sinopse desse livro em algum lugar… mas só agora eu pude ler uma resenha mais apurada. Parabéns (:

    Bjonas (:

    Fique com Deus <3

  6. Responder

    Maria Clara Ribeiro

    12/09/2011

    Gabiii , quanto tempo !!
    amei a resenha =) eu ainda não li esse livro , mas sempre tive vontade de comprar porque eu acho essa capa liiiiinda *_*
    Ahh eu acho que eu nem comentei mas o novo layout está liiiiiiiiindo demais , vc sempre arrasa!!
    beijos , saudades e muito sucesso com o fluffy !!!
    Clara

  7. Responder

    Poly

    12/09/2011

    Está na minha listas de livros que quero!!!!
    Adorei sua resenha, me deu ainda mais vontade de ler
    🙂
    Bjuxxxx

  8. Responder

    Sara

    12/09/2011

    Este livro nunca me chamou a atenção, a sinopse não me atrai, mas eu acho esta capa fabulosa!

  9. Responder

    Ludmila

    12/09/2011

    Oi Gabi!
    Eu já tenho esse livro e estou doida para lê-lo.
    Ganhei numa promoção e fiquei feliz demais por tê-lo ganhado.
    Adorei sua resenha, você aprofundou um pouco mais na história sem dizer o que realmente se passa… gostei bastante disso.
    Gosto muito de livros que nos apresenta situações que nos faz pensar, refletir e nos colocar no lugar dos personagens… que dos dá uma lição de vida e repensar sobre nossas escolhas e atitudes.
    Parabéns pela resenha!
    O livro deve ser realmente lindo e Emily Griffin é demais!

    Beijão

  10. Responder

    Luana

    12/09/2011

    A capa é linda mesmo, sobre o livro eu quero demais ler ele como os outros livros da autora que eu ainda não li, uma pena, mas vou ler logo.

    Bjs

  11. Responder

    Samantha M.

    12/09/2011

    Oi oi

    ouch!

    Esse livro parece ser mesmo lindo e supreendente.

    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word in my bag.
    http://wordinmybag.blogspot.com/

  12. Responder

    Francielle Couto Santos

    12/09/2011

    Olá! 🙂

    Nossa, gostei muito da sua resenha. *-* Tocante, real e emocionante são descrições bastante instigante, que soam como música para os meus ouvidos… eu amo livros assim, bem verídicos que saibam prender o leitor e emocionar. Acho que não há prazer igual a este, de verdade.

    Bem, saber de um final ‘’inesperado’’ foi outro fator que me chamou a atenção… às vezes nos decepcionamos (tanto com o livro quanto com nós mesmos), mas esse é um ponto bacana, muitas vezes positivo, e se você disse que foi lindo, então com certeza valeu a pena. Adorei!

    Um abraço.
    http://universoliterario.blogspot.com/

  13. Responder

    Sharon

    12/09/2011

    Oie.
    Olha só, acabei de comentar no post anterior… foi sem querer, mas tive que fazer.
    Eu trouxe esse livro pra minha mãe ler e ela a-m-o-u, leu em 3 dias, senão menos. Agora eu faço toda um apropagando do livro lá na loja.
    Sabe outro livro que ela adorou, bem o estilo desse, é o Árvore das Lágrimas (http://www.skoob.com.br/livro/165574). Ela também engoliu esse e me conto. Ele tem um final bem diferente, tu meio que não esperava, sabe !? Vale a pena !

    Que bom que tu gosto do meu theme, eu achei que ia ficar feio, mas fez sucesso, hehe. Eu queria que tu fizesse um desses lindos que tu faz pra ti, mas tu não faz pra Blogspot, né !? [cry]

    Bjs.

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      12/09/2011

      Oie 🙂
      então, vc acabou de aumentar a minha lista de “vou ler” em um livro [cry] . Me ganhou só pela propaganda que fez do “Árvore das Lágrimas” (e porque o título e a capa são lindos *-*)
      JURO que ainda vou fazer layouts pra Blogspot, logo logo. Estou abrindo pra umas pessoas que me pediram pra WP primeiro, mas logo eu abro pra Blogspot, porque tu não imagina a quantidade de gente que já me pediu 😉
      beijooos!

  14. Responder

    Mah

    12/09/2011

    Não sei pq, mas tenho um medo mortal desse livro. [ugh]
    Das resenhas que li – inclusive a sua – sempre me dão a impressão de que ele é sobrecarregado sentimentalmente e como sou um poço de lágrimas, não saberia ler normalmente esse livro. Então estou esperando a coragem chegar para lê-lo.

    Beijos,
    Mah – Livro e Coração

  15. Responder

    Bárbara

    12/09/2011

    Sempre vejo resenhas falando suuuper bem sobre esse livro, mas sei lá. Não estou com aqueeela vontade sabe?! Lógico que se puder (tipo, achar uma promo) eu iria comprar e ler, mas enquanto isso não acontece, vou lendo outros livros *-*
    Adorei a resenha.

    Beijos.

  16. Responder

    Camila

    12/09/2011

    aaah me interessei bastante pelo livro; ja tinha lido algumas resenhas e pretendo conferir assim q possivel; parece ser assim como sua resenha diz, um livro muito real. Gostei =)

  17. Responder

    Bih

    13/09/2011

    Adoro livros que mostram uma história aparentemente real. Gosto também de biografias. Acho interessante histórias de vida das outras pessoas. As vezes elas te mostra um novo caminho e uma nova perspectiva na vida.

    Adorei!
    Beijos!

  18. Responder

    Jaqueline Silva

    13/09/2011

    Ele já está na minha lista de “quero ler” a um tempo bom.
    Saber que terá um final inesperado me deixou super curiosa. Quero muito lê-lo, muito mesmo.

  19. Responder

    Vanessa

    14/09/2011

    Gabi, eu viciei neste livro, depois que li ele comecei a recomendar para todo mundo, é muito bom, forte e tenso, mas verdadeiramente bom.

    Balaio de Livros.

  20. Responder

    Endry

    14/09/2011

    Que resenha linda, Gabi! Fiquei emocionada com a história e estou com uma vontade imensa de lê-lo! <3

    Beijinhos, doce quinta! [wink]

  21. Responder

    Sanzinha

    15/09/2011

    Estou com muuuuita vontade de ler esse livro!
    Quero logo! [smile]

  22. Responder

    Claudinha

    18/09/2011

    Bom, pelo visto a Emily Giffin arrasa, né? Tô aqui com ‘O Noivo da Minha Melhor Amiga’ pra ler há eras e nada…mas logo logo lerei. 😉 Valeu a dica, Gabi! [wink]

    Beijos

  23. Responder

    Barbara

    22/09/2011

    Gostei da sua resenha!
    O livro deve ser muito bom mesmo … Adoro esse tipo de livro!
    [wink]

  24. Responder

    thaísa farias

    24/09/2011

    Adoro livros assim, adoro lições de vida, adoro drama, adoro chorar com isso SAHISHAUISHAIUHAIU [dead]

  25. Responder

    Amanda Vieira

    02/10/2011

    Nossa Gabi, quero ler esse livro o quanto antes,
    adorei a resenha do livro.
    Parabéns:)

  26. Responder

    Gisele

    05/10/2011

    Esse livro parece ser tão lindo..me conquistou já na capa!!!!!
    Estou com ele aqui em casa, mas ainda não tive a oportunidade para ler…

    bjus

  27. Responder

    joanna

    13/10/2011

    [secret] Bom estou lendo esse livro, ja li varias resenhas, inclusive o ultimo capitulo do livro, pelo fato de algumas dessas resenhas disserem que o final não foi legal!!
    Estou achando o livro bem previsivel, ja que é uma historia muito comum…
    Um casamento esfriando, um marido q se envolve muito no trabalho, uma mãe solteira com raiva do mundo…
    Obvio que a traição aconteceria, MAS FIQUEI BEM CHATEADA POIS A ESPOSA PERDOA. ACHO Q TIRA UM POUCO A PERSONALIDADE FEMINISTA COMO JA CITARAM EM OUTRAS RESENHAS!!!
    Vou ler o livro até o fim… mas não espero quandes reviravoltas… só o mesmo de muitos casamentos!!!

ESCREVA UM COMENTÁRIO