Nicholas Sparks – Um homem de sorte

resenha do livro Um homem de sorte

Um homem de sorte
Nicholas Sparks
Editora Novo Conceito, 2011
349 páginas

“Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.”
[…] Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (…)
Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. Outros pensavam que ele caminhava simplesmente pelo prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar. Simples assim. Gostava de partir quando sentia vontade, no seu próprio ritmo, para o lugar que quisesse. Depois de passar anos cumprindo ordens no Corpo de Fuzileiros Navais, a liberdade o atraía. (…)
Até ter encontrado a fotografia, a vida de Thibault seguia como há muito havia planejado. Ele sempre tinha um plano.”

Não sei mesmo como começar essa resenha. Livros do Nicholas Sparks sempre me deixam assim, sem outra coisa na cabeça durante dias, a não ser sobre a história que acabei de ler. Fico com aquela vontade de ler mais, de não acabar nunca, porque a história nos envolve de um modo que não queremos mais largar. Eu poderia ler a mesma história sempre, desde que seja escrita por ele.

Não quis nem ler a sinopse pra saber que eu tinha que ler esse livro. Mesmo que a Novo Conceito não tivesse enviado para resenha, eu iria atrás para lê-lo. O livro dedica um capítulo para cada personagem e, no total, temos três personagens principais: Beth (a mulher da fotografia), Clayton (ex-marido e pai do filho de Beth) e Thibault, nosso homem de sorte.

Thibault foi fuzileiro por cinco anos, durante os quais sempre levou junto consigo uma foto que encontrou no Oriente Médio, quase enterrada na areia, de uma mulher muito bonita. Essa fotografia era um amuleto de sorte, dizia seu amigo Victor, pois ele fora salvo inúmeras vezes depois que encontrou-a e guardou-a junto de si.

Quando voltou para casa, seu amigo lhe disse que ele tinha uma dívida com a mulher da fotografia: ela havia lhe salvo a vida e ele precisava ir atrás dela, como um modo de agradecimento. Thibault nunca acreditou em destino e era cético à crença de seu amigo, mas, quando deu por si, estava atravessando o país a pé, do Colorado à Hampton, com seu cachorro, atrás da mulher que não sabia o nome nem nada a respeito, a não ser o local onde provavelmente morava pelas dicas encontradas na fotografia.

Thibault não sabia o que estava por vir, muito menos o leitor! Esse livro tem uma história impossível de imaginar, é ótima de ler e flui muito bem – apesar de ser cliché, admito, mas Nicholas não deixa que ela se torne cansativa. A cada capítulo, temos que ler o próximo, pois a história se torna cada vez melhor. O que Thibault encontra em Hampton é algo que vai mudar sua vida para sempre.

Tive vontade de jogar o livro contra a parede no final, mas tudo melhora. Não vou falar mais do que isso, apenas leiam se vocês gostam do gênero, porque é imperdível!

POSTS RELACIONADOS

35 comentários

  1. Responder

    Douglas

    fevereiro 2, 2012

    Olá…
    To passando aqui só pra dizer que esse é o melhor blog da internet… e olhem que eu já zerei a internet e posso garantir… e tbm é o mais fofusculo…
    Bjooos
    TE AMO!

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      fevereiro 6, 2012

      Sem palavras pra agradecer o apoio imenso que tu me dá.
      Acessor nº 1 do Fluffy! *-*
      Te amo!

  2. Responder

    Talita Ribeiro

    fevereiro 2, 2012

    Owwwwn *-*
    Nicholas arrasa neh gente ? [love]
    ô homem pra escrever bem, meu Deus do céu! rs
    Amei a resenha Gabi!
    Quero muito ler *-*

    Beijos
    @TalitaR_
    glossdmenta.blogspot.com

  3. Responder

    Ludmila

    fevereiro 2, 2012

    Gabi
    Estou doida por esse livro…
    Nicholas arrasa, escreve com a alma…
    Dizem que esse é uma dos melhores romances dele, vc tb acha isso?
    Não vejo a hora de conhecer essa história e depois assistir o filme. *-*
    Adorei sua resenha!
    Beijo grande

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      fevereiro 6, 2012

      Oi, Ludmila! =)
      Eu adorei mesmo o livro, e considero um dos melhores, com certeza. Mas ainda não teve o que venceu o “Diários de uma paixão” pra mim. Mas sim, muita gente o considera o melhor dele.
      Beijão!

  4. Responder

    Isabela Minati

    fevereiro 2, 2012

    Esse livro tá na minha estante desde o Natal, que foi quando eu ganhei ele de presente da minha amiga. Não consigo começar a lê-lo, porque tenho medo de que acabe logo, haha. AMO Nicholas Sparks, então eu acho que os livros dele merecem ser lidos somente quando a gente está de bom humor e numa “época propícia”. Os livros dele merecem ganhar uma preparação antes da leitura, entende? haha. Mas eu não estou mais aguentando! Vou ler agora em fevereiro, pode ter certeza! *-*
    Beijo!

  5. Responder

    Effy

    fevereiro 2, 2012

    Quero começar logo a minha leitura, pois parece ter uma boa história,além do que é Sparks né. Mesmo que seja clichê eu gosto, claro se for boa a história. Serio na parede?rs..espero não ter a mesma vontade rs..
    Também quero ver o filme, que parece, pelo trailer, bom..

    beijos 😀

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      fevereiro 6, 2012

      Dá vontade de jogar, mas depois passa, vai por mim! ^^
      Beijos!

  6. Responder

    Beatriz Gosmin

    fevereiro 2, 2012

    Ai, agora que conheci a escrita do Nicholas tô apaixonada haha! [love]

    Também fiquei com muita vontade de sacudir o livro no final, e meu coração veio até a boca! haha

    Não é a toa que o autor é tão amado, seus livros nos laçam, faz-nos querer ficar dentro da história, desejar que ela fosse nossa.

    Já estou ansiosa para o filme em maio!

    Beijos
    Bia | http://www.livroseatitudes.blogspot.com

  7. Responder

    Lais

    fevereiro 2, 2012

    Olá! Está rolando uma promoção bem legal lá no blog. Confere lá: http://laisdoce.blogspot.com/2012/01/promocao.html

  8. Responder

    Luana Feres

    fevereiro 2, 2012

    Oi! 🙂
    Confesso que não sou fã do Nicholas Sparks – devido ao já citado clichê–, mas esse é um que eu estou disposta a abrir exceção! Primeiro em resultado das inumeras resenhas que li e que falam bem do livro. Segundo porque dizem que não é igual as antigas narrativas dele – que não me agradaram muito -. Acho que lerei sim! 🙂

    Beijos

  9. Responder

    Sharon

    fevereiro 2, 2012

    Oie.
    Não tinha tido muito interesse nesse livro, acho que pela capa talvez… achei super feinha e sem graça. Na verdade a maioria do livros dele tem uma capa sem graçinha, mas…
    Lendo assin desse ãngulo a história parece ser mais interassante, cliches a maiorias dos livros dele é, mas o que diferencia é a mensagem e o jeito que ele escreve… muito bom.

    Bjs.

  10. Responder

    Fernanda Souza

    fevereiro 2, 2012

    O final pra mim foi a melhor parte pra mim [smile]
    Esse livro foi super tenso pra mim, e dei pra uma amiga de presente de natal e ela teve as mesmas sensações.
    Como sempre, resenha excelente.
    Leitora Incomum

  11. Responder

    Miriam

    fevereiro 3, 2012

    Gabi,

    Eu vou ler esse livro, mas receosa. Sparks sempre me faz sofrer… agora então que vc ficou com vontade de jogar o livro contra a parede me assustei mais ainda. 😛

    aixx e agora?

    beijoo

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      fevereiro 6, 2012

      Não se assusta, Miriam, dá vontade mesmo de parar a leitura no final, mas depois passa e a sensação é muito boa quando isso acontece, rsrs.
      Beijos.

  12. Responder

    Ágata Bresil

    fevereiro 3, 2012

    Oi Gabi,

    To morreeeeendo de vontade de ler esse livro, provavelmente será um dos próximos que irei comprar. EU também tenho essa vontade de continuar lendo sobre a mesma história, mesmo depois que ela acaba. Eu fico com aquela vontade de saber da vida dos personagens até o final, o que estão fazendo? O que estão dizendo? Alguma coisa a mais aconteceu? :// achei que era louca por causa disso.

    Enfim, to seguindo aqui… ameeeeeeeeeeeei o layout, super fofo! Comecei meu quinquagésimo (haha!) blog agora, se quiser passar por lá, fique a vontade 😉

  13. Responder

    V...

    fevereiro 3, 2012

    que vontade sair correndo pra uma livraria procurar o livro!

  14. Responder

    Camila Costa

    fevereiro 3, 2012

    Realmente, os livro do Sparks ficam na cabeça !! Esse virou meu favorito; amei amei amei amei de paixão o Thibault, acho que virou um dos personagens que eu mais gostei! E o final é perfeito!
    Beijãão Gabi!

  15. Responder

    Biih

    fevereiro 3, 2012

    Olá Gabriela,
    O último capítulo é de tirar o fôlego, né? Também fiquei com raiva e tive vontade de jogar o livro contra a parede, rs. Gostei da resenha!
    Beijos!

  16. Responder

    Mari

    fevereiro 3, 2012

    Oi,

    Ah já tem um tempo que quero ler esse livro acredita, já coloquei na minha lista e nesse ano sem falta vou ler.
    Ah me pareceu ser uma ótima estória, bem do jeito que gosto *-*
    Sou apaixonada por esse gênero então acredito que vou ama.
    Adorei a resenha parabéns

    Beijo
    Bom final de semana
    http://marifriend.blogspot.com/
    @Storiesandadvic

  17. Responder

    May

    fevereiro 3, 2012

    Tive vontade de jogar o livro pela parede no final também, mas graças à Deus ele melhorou, rs! Esse foi p primeiro livro do Sparks que eu li, e em nenhum momento me arrependi… Não sei bem o que dizer desse livro, nada que eu diga chega perto da sensação que tive ao ler esse livro! Preciso de um Thibault na minha vida… <3

    Beijos,
    May ;*

  18. Responder

    Lúcia

    fevereiro 4, 2012

    Eu fico exatamente igual quando leio um livro do Nicholas. Atualmente ele tem sido o meu autor preferido.
    Este livro eu ainda não li, mas por falta de oportunidade do que qualquer outra coisa. Estou louca para ler, a história parecer perfeita como todas as outras do Nicholas.
    Sua resenha ficou linda.
    Beijos

  19. Responder

    Poly

    fevereiro 4, 2012

    esse eu gostei *_*
    eu tenho birra com o Nicholas Sparks, mas eu amei esse e do fim tbm hahahha
    aquele cara chato merecia o fim que teve pra deixar os dois em paz *_*
    ^^
    Bjuxxxx

  20. Responder

    kakau4ever

    fevereiro 4, 2012

    Me deixou super curiosa de ler…e amo nicholas sparks! Bjs flor

  21. Responder

    Flávia Pachêco

    fevereiro 4, 2012

    Igual a você, eu bati o olho no livro e tive a certeza de que tenho que lê-lo. Por sorte, o ganhei em uma promoção relâmpago e estou esperando que ele chegue para que eu possa ler logo.
    Ainda não tinha lido nem a sinopse e nem nenhuma resenha, nem sabia do que se tratava direito. Mas quando vi que tinha resenha aqui no Fluffy, não resisti e tive que ler, haha.
    Eu adoooro esse gênero e to louca pra ler. Parece ser super fofo, e vindo de Nicholas Sparks, meu Deus, deve ser maravilhoso. Bom, vou tentar não criar taantas expectativas para não acabar me decepcionando, mas quero poder ler logo!
    Adorei a resenha Gabi *-*

    Beijos,
    @flafsbp
    { http://17ezesseteinvernos.blogspot.com/ }

  22. Responder

    :: Loma

    fevereiro 4, 2012

    Hey ^^

    Suspeita master quando o assunto é o véio-lindo-bombado… orei tanto para as obras do Sparks chegarem ao Brasil e a Novo Conceito deu esse presente aos seus fãs.
    Gostei muito do livro (novidade)… achei que o Nick (intimidade) inovou com esse livro em questão aos seus finais típicos.
    Só falta o movie para conferir… será que Zac deu conta?!!

    Xxx

    :: Loma

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      fevereiro 6, 2012

      É, inovou mesmo. Eu já estava esperando uma tragédia, em se tratando do véio-lindo-bombado (eu ri com essa), mas ele conseguiu surpreender (de novo, queee novidade!)

      Ui, espero que o Zac faça um bom papel, pq bom ele já é, aushausahsu.
      Beijão!

  23. Responder

    Bianca de Borba Machado

    fevereiro 23, 2012

    Quando eu vejo um livro de Nicholas eu logo penso, tenho que ler, porque deve ser ótimo! Os livros deles são lindos, e nos prendem de uma forma incrível. Pra mim o melhor foi Diário de uma Paixão, chorei horrores no livro, e depois vem a última música. Esse não li ainda, mas só vejo resenhas positivas em relação à ele. Espero lê-lo logo!
    Beijão Gabi!

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      fevereiro 23, 2012

      O meu preferido também é O diário de uma paixão, chorei horrores lendo, rsrs! Leia esse também, é de tirar o fôlego!
      Beijos.

  24. Responder

    Barbara

    fevereiro 27, 2012

    [smile] Muito legal … uma história diferente (para mim)…hhehehe
    Bjus

  25. Responder

    Jennifer Prange

    março 4, 2012

    Só por ser dele já dá uma vontade imensa de ler né, claro.
    Gostei da resenha.
    bjss

  26. Responder

    Beatriz

    abril 28, 2012

    Gaby, você sabe me dizer quantos livros tem ao total do Nicholas Sparks? [happy]

    • Responder

      Fluffy - Gabriela

      abril 28, 2012

      Oi, Beatriz! São tantos que achei melhor te mandar o link da estante do autor no Skoob, hehe. Lá tem os em inglês junto, mas tem todos em português também! *-*
      http://www.skoob.com.br/autor/livros/47
      Beijo!

      • Responder

        Beatriz

        abril 29, 2012

        Ah, muito obrigada Gaby! Tinha procurado no google mas achei uns com títulos diferentes e alguns que nunca tinha visto também. Pensei que fossem menos livros mas estava enganada. Já vou colocar mais alguns em minha listinha interminável de livros hihi 😛

        • Responder

          Fluffy - Gabriela

          abril 29, 2012

          É, mas lê a sinopse antes, porque tem uns que é a mesma história só com um título diferente. Nem sei porque =S

ESCREVA UM COMENTÁRIO