Segundo Antônio, segundo os leitores!

Vocês certamente já ouviram falar do sucesso Eu me chamo Antônio, certo? Eu fiz resenha aqui no Fluffy, e se você não viu é só clicar aqui. O papo de hoje é sobre o segundo livro do autor, que se chama nada mais do que Segundo – Eu me chamo Antônio e sobre a ação #SegundoOsLeitores.

Peraí, vou explicar: em dezembro, a Intrínseca enviou a todos os blogs parceiros um desenho incompleto feito pelo autor do livro, o Pedro Gabriel, e a ideia era que nós o completássemos, retratando como a gente via o mundo do Antônio, e enviássemos o desenho de volta à editora – tudo até o dia 23 de dezembro. Depois disso, o Pedro vai ver todos os desenhos e selecionar os 5 melhores para estamparem as capas de cadernos e blocos da Intrínseca em 2015. Além disso, os vencedores receberão kits do livro.

Não sei ao certo quantos desenhos eram, mas vi vários por fotos do Instagram. A minha imagem era essa ao lado.

Tinha os lápis de cor, giz de cera e vários utensílios de desenho guardados desde a minha época da faculdade, quando eu tinha disciplinas de desenho expressivo. Mas o meu traço… bem, não está tão bom quanto a aquarela, HAHA! Quando a gente não pratica, acaba esquecendo algumas técnicas, né? Apesar de tudo, acho que fui bem.

Fiz o desenho em um sábado chuvoso, de tarde. Foi delicioso! Tenho apenas uma foto do “processo produtivo”, capturada sem o meu conhecimento pelo Doug, e algumas do desenho pronto. Vamos ver?

Começando a pintura!

Perceberam que o Antônio não estava retratado no rascunho? Eu enxerguei uma menina ali, então desenhei nosso amiguinho do lado.

A propósito, acho que a ideia do rascunho do Pedro não era bem o que eu desenhei, mas esse foi o cenário que me veio à cabeça quando bati o olho no desenho incompleto. Pra completar, coloquei uma frase que combinou com o que eu estava imaginando para o meu Antônio *-* . Além disso, a aquarela não ficou muito boa sobre o papel couché, o ideal seria um papel sem brilho para o lápis pintar de maneira uniforme, mas tudo bem. Fiz o máximo com o que eu podia e tinha. 🙂

A Intrínseca também incentivou os artistas a publicarem os desenhos e o processo nas redes sociais, com as hashtags #SegundoAntônio e #SegundoOsLeitores. No site do livro, estão aparecendo todas as fotos publicadas, e pra ver é só clicar aqui.

E aí, o que acharam do meu desenho? Não é nada óóó que lindo, mas fiquei contente com o resultado. Alguém aí é parceiro da Intrínseca e participou? Quero ver os desenhos de vocês!

POSTS RELACIONADOS

29 comentários

  1. Responder

    Dani Mendes

    09/01/2015

    Achei a ideia incrível e estou amando ver todos esses desenhos, à proposito, o seu ficou uma gracinha.
    Beijos

    • Responder

      Gabi Orlandin

      10/01/2015

      Também amei ver os desenhos de outros blogueiros. Essas iniciativas são muito legais!
      Obrigada :3
      Beijos.

  2. Responder

    Igor

    09/01/2015

    Adorei seu desenho. Ai, eu gostaria de participar. Sempre gostei de desenhar e queria usar o material que tenho aqui em casa. É bom tão bom fazer coisas diferentes da qual estamos acostumados. Né? Adorei a postagem diferente.

    • Responder

      Gabi Orlandin

      10/01/2015

      É muito bom mesmo, Igor! É bom sair da rotina.
      Que bom que gostou 🙂
      Beijos.

  3. Responder

    Ellen

    09/01/2015

    Caraaaaamba tu é muito talentosa!!!! [love]
    Ficou maravilhoso!

  4. Responder

    May

    10/01/2015

    Achei seu desenho lindíssimo, Gabi! Adoro essas ações das editoras, quando colocam os parceiros para desenhar e/ou criar algo!

    Beijinhos,
    May :*

    • Responder

      Gabi Orlandin

      10/01/2015

      Também adoro, May! Foi a primeira desse tipo que consegui participar (de que me lembro).
      Beijos e um bom final de semana 🙂

  5. Responder

    Bruna Antonelli

    10/01/2015

    Ficou Lindo [heart] Muito bacana essa ideia. E o Trabalho do Pedro é demais [wink]

    • Responder

      Gabi Orlandin

      10/01/2015

      Obrigada, Bruna! Também adorei a ideia, e não vejo a hora de conhecer o novo livro do Pedro.
      Beijos!

  6. Responder

    Amanda Soares

    10/01/2015

    Ah! Eu achei essa ideia tão linda e criativa. <3 E eu amei (!!) a frase e o jeito com que você desenhou as letras (bárbaro!). Pode não parecer para você, mas nem todo mundo consegue escrever bonito assim, ainda mais á mão. 😛 Quanto ao resto do desenho, eu gostei da sua ideia, e gostei da ambiguidade da frase, mas eu achei que faltou cor pro cenário :/
    Mas quem disse que desenhar é fácil (ainda mais quando pode se ter medo de errar alguma coisa, e ligar pra Intrínseca e dizer: "ei, vocês podem me mandar ou folha dessas?" hahahaha (não que você tivesse, mas pode acontecer, né?))

    Parabéns, Gabi!! [heart]

    • Responder

      Gabi Orlandin

      10/01/2015

      Oi, Amanda!
      A frase é do próprio Pedro, então copiei o traçado dele, hehe. Sobre as cores, preferi usar poucas mesmo, pois acho que o estilo do autor é mais assim, com menos cores. Por isso usei as mesmas da folha (azul e amarelo). Mas concordo que ficou clarinho demais mesmo, mas não consegui fazer mais forte por causa do papel, que é liso.
      HAHAH! Eu também fiquei tentada a pedir outra folha!
      Obrigada,
      Beijos!

  7. Responder

    Manu Furtado

    10/01/2015

    Muito boa a iniciativa da Intríseca! E adorei tua frase…quem me dera saber desenhar assim [wink]

    • Responder

      Gabi Orlandin

      10/01/2015

      Também adorei, Manu! E a frase é do próprio Pedro, mas achei que ficou perfeita ali 🙂
      Beijos.

  8. Responder

    Ana Letícia Lima

    10/01/2015

    Gabi, que lindo ficou o seu desenho! Me deu até vergonha de ter postado o meu hahaha Olhando a galeria vi desenhos muito lindos, mas o que vale é a intenção, né? É colocar no papel exatamente o que a gente sentiu quando olhou pra folha em branco, e acho que isso todos (ou pelo menos nós heh) conseguimos!

    E que bom ter te lembrado do post! 🙂 Beijos ^-^

    • Responder

      Gabi Orlandin

      11/01/2015

      Ana, claro que o que vale é a intenção! Eu acredito que não vou ganhar, mas não podia deixar de participar – ainda mais porque amo a Intrínseca de paixão, heheh!
      Beijos.

  9. Responder

    Lucas Maia

    10/01/2015

    Oi Gaby,
    acredita que ainda não li esse livro. Ano passado durante a turnê da Intrínseca eu só ouvia o povo comentando na livraria que era o livro da vida e tudo mais. Mas acabei nem trazendo pra cada uma edição. Mas anotar aqui para comprar na próxima vez que fizer compras de livros. ^^

    Eu também quase não pratico mais desenho espontâneo. Faço só alguns croquis para mostrar partes do meu projeto ao professor ou para ter aquela ideia anota, mas desenha mesmo faz tempo. Saudades até! Ah! E eu também vi uma menina no desenho, então acho que você não vou tão longe assim. rsrs

    Beijos!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      11/01/2015

      Oi, Lucas!
      É um livro bem rapidinho de ser lido, acho que você vai gostar. E ainda tem frases excelentes, pra deixar marcado no livro.
      Também sinto falta de desenhar mais (ou melhor: de tempo pra desenhar mais).
      Beijos e obrigada pela visita 🙂

  10. Responder

    Amanda Almeida

    11/01/2015

    Oi Gabi, tudo bem?
    Fiquei encantada com alguns desenhos que vi no instagram. O seu ficou lindo Gabi, e olhando pra ele, me deu uma vontade enorme de ir pra um lugar com água, porque aqui está um forno.
    Abraços flor,
    Amanda Almeida

    • Responder

      Gabi Orlandin

      11/01/2015

      Tudo bem, Amanda!
      Eu também adorei vários desenhos que vi! Acho que é isso, eu estava com tanta vontade de ir para a praia que acabei retratando ela no desenho 😀
      Beijos.

  11. Responder

    Fernanda N

    11/01/2015

    oie gabi, tudo bom?
    adorei a ação… bem diferente, néam? já saíram os resultados? adorei a sua frase e o jeito como desenhou as letras… combinou bastante com a tipografia do livro e a ideia que o livro passa. ainda não comprei e/ou li, mas estou há tempos paquerando… espero comprar este ano! ^^
    beijoooo

    • Responder

      Gabi Orlandin

      13/01/2015

      Acho que os resultados ainda não saíram, Fer. Procurei por aí e não vi nada sobre isso, nem recebi e-mail.
      Copiei essa forma de escrever e a própria frase do autor, por isso ficou lindo :3
      Beijo!

  12. Responder

    Laisa Helena

    12/01/2015

    Oie Gabi,
    Adorei a iniciativa e o seu desenho ficou lindo <3
    Beijos

  13. Responder

    Poly

    12/01/2015

    Seu desenho ficou lindo! Quando eu vi a imagem do autor eu imaginei algo relacionado ao Pequeno Príncipe. Viajei? hahahahhaha
    Mas a sua ideia ficou bem legal e inspiradora.
    bjs

    • Responder

      Gabi Orlandin

      13/01/2015

      Não imaginou coisas, não! Eu também me lembrei do Pequeno Príncipe quando vi! 😀
      Obrigada :3
      Beijos.

  14. Responder

    Cintia

    12/01/2015

    Eu adoro as frases, não cheguei a comprar os livros, mas acompanho o canal no Instagram, é encantandor! Achei a ideia de incentivar o leitor a desenhar muito legal. Sou apaixonada por Lapis de cor e tudo aquilo que estimula a criatividade!

  15. Responder

    Isabela Vicentin

    13/01/2015

    Gabi, seu desenho ficou muito amor! Combinou super o cenário com a frase :3 Queria eu desenhar meus bonecos palitos assim :'( AUSAHSUAHSUHAUHS
    Adorei a iniciativa da Intrínseca também, incentiva os parceiros (e outras pessoas que vejam as postagens dos blogueiros) a fazerem algo diferente, sair da rotina, “pensar fora da caixa”.
    Beijos ;**

  16. Responder

    Ju Faria

    18/01/2015

    Oi, Gabi! Adorei a ideia da Intrínseca de interagir com os parceiros assim.
    Amei seu desenho, ficou tão lindo. E sua escrita ficou bem no estilo do Pedro. Amei, amei!
    Beijinhos

ESCREVA UM COMENTÁRIO