Sophia Bennett – Brilhos

É maravilhoso quando pegamos a sequência de um livro muito bom, e nos deparamos com algo que, não só não perdeu a qualidade, como ficou ainda mais interessante. Li Brilhos na sequência de Linhas, seu antecessor, porque simplesmente não conseguia ficar sem saber o que acontecia em seguida – embora você não precise ler a continuação obrigatoriamente, pois o primeiro livro encerra com um final satisfatório. Mas sabe como é quando a gente sabe que tem continuação? Bom, a gente simplesmente precisa ler. E foi muito, muito bom ter feito isso logo!

Resenha livro Brilhos Sophia Bennett

Brilhos
Série Linhas, livro 2
Sophia Bennett
Editora Intrínseca, 2011
288 páginas

Compre com cupom de desconto

Crow está vivendo o sonho de todo estilista.
Nonie fisgou a atenção de um garoto maravilhoso.
Jenny ensaia agora sua nova peça.
Edie, porém, está com problemas…

Em meio à euforia com a chegada da primeira coleção de Crow às lojas que vestem as garotas mais antenadas de Londres, surgem sérios rumores de que as tão cobiçadas roupas vêm sendo produzidas à custa do trabalho escravo de crianças na Índia. Não pode ser, claro… Ou será que pode? Na dúvida, as amigas topam ir conferir. Lá, elas não só descobrem a explosão de cores e brilhos de uma cultura que ainda não conheciam, mas também deparam com uma grande questão: o que vale mais, seus sonhos ou seus ideais?

A história é narrada em primeira pessoa por Nonie, uma personagem que ama moda, mas não sabe desenhar – e que tem um senso de humor irônico, sarcástico e totalmente incrível. Ela tem algumas amigas bem incomuns, que conhecemos em Linhas: Jenny é uma atriz de cinema que já passou por maus bocados; Edie tem um blog superfamoso e quer salvar o mundo de todas as injustiças; e a pequena Crow, uma menina africana que tornou-se a revelação do mundo da moda, com seus desenhos e modelos incrivelmente perfeitos e inovadores.

resenha Sophia Bennet Brilhos série Linhas

No primeiro livro, Nonie conta como descobriram a história misteriosa de Crow e seus pais na África, e como conseguiram reverter uma parte da história do que acontecia em Uganda, a pequena comunidade de onde Crow veio, e onde sua família ainda mora. Assim, a autora conseguiu introduzir um assunto sério e real ao mundo fantasioso da ficção, alertando os leitores sobre uma coisa que acontece de verdade, e que precisa de atenção.

Receei que, na continuação, não fosse assim. Tanto que, em alguns trechos da história, me vi pensando: “Qual é o sentido disso? Por que as personagens estão fazendo esse trajeto? A autora está só enrolando pra continuar a história?”. Bem, posso dizer que me surpreendi positivamente ao ver que Sophia Bennett conseguiu introduzir no cenário da moda e de celebridades – que pode ser muito frio, inexpressivo e até mau – um assunto importantíssimo do mundo real.

resenha Sophia Bennet Brilhos série Linhas

resenha Sophia Bennet Brilhos série Linhas

Afinal, de onde vêm as peças que Crow está criando para a nova coleção da rede de lojas mais cobiçada de Londres? Uma comunidade californiana de hackers está denunciando o blog de Edie, que frequentemente divulga notas e posts sobre os modelos de Crow, de que as peças estão sendo feitas por crianças em Mumbai, na Índia. A rede de lojas nega essa notícia, dizendo que há adultos saudáveis e bem remunerados na linha de produção. Afinal, alguém está mentindo. Mas quem?

Enquanto tudo isso acontece, as provas de final de ano estão para chegar, e as meninas precisam ter muito jogo de cintura – e fôlego! – para lidar com a vida escolar e empresarial ao mesmo tempo – ou, no caso de Jenny, a sua carreira como atriz.

A série é ao todo composta por três livros, porém a Intrínseca só publicou os dois primeiros livros aqui no Brasil. Infelizmente, não encontrei o livro original em inglês para ser comprado físico, apenas em e-book. Portanto, por enquanto vou me contentar com esse final da história – que ficou bem fechadinho, e não precisaria tanto assim de uma continuação. Mas vou torcer para que a Intrínseca esteja pensando em publicar o final da história por aqui. 😀

POSTS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Responder

    Amanda

    10/05/2017

    Adorei a capa dele e a sua resenha. Fui procurar o primeiro e a resenha que você fez também. Coloquei na minha lista eterna de livros que eu quero ler hahaha

ESCREVA UM COMENTÁRIO