Sophia Bennett – Linhas

Já fazia um bom tempo que o livro Linhas estava na minha estante. Para ser mais exata, ele ocupa um lugarzinho muito especial – e colorido! – desde a Bienal do Livro de São Paulo, lá de 2012. Lembro-me muito bem que eu estava doida por este livro – e também pela sua continuação, Brilhos – e a estande da Intrínseca estava com uma promoção ótima. Não deu outra: agarrei um exemplar de cada e garanti os meus queridinhos. *-*

Mas essa série acabou ficando de lado por muito tempo. Às vezes, a gente simplesmente não está no clima pra ler um determinado assunto ou estilo, então ele foi sendo adiado. Até algumas semanas atrás. A vida está uma correria, as ideias com o blog estão fervilhando, e eu não queria ler um livro grande, com uma história muito complicada e que demandasse muito tempo pra terminar. Logo, Linhas foi eleito para ser a leitura da vez. E quer saber? Foi uma ótima opção!

Resenha livro Linhas Sophia Bennett

Linhas
Série Linhas, livro 1
Sophia Bennett
Editora Intrínseca, 2010
238 páginas

Compre com cupom de desconto

A paixão da Nonie é a moda.
Edie quer salvar o mundo.
Jenny ganhou um papel num filme de Hollywood.

Certo dia, três melhores amigas conhecem Crow, uma garota refugiada da guerra civil em Uganda, que se veste com tutu e asas de fada e desenha vestidos fantásticos – é quando têm a chance de realizar algo realmente grandioso e, com isso, tornar todos os seus sonhos realidade.

Linhas Livro Sophie Bennett resenha

Linhas conta a história de três amigas que são muito diferentes entre si: Nonie, a protagonista e narradora, é fascinada pelo mundo da moda, mas não sabe desenhar (e usa os looks mais diferentes e inusitados). Edie é uma blogueira com vontade de salvar o mundo. E Jenny é uma atriz que está começando uma carreira no mundo do cinema, ao lado dos atores mais quentes do momento. Um dia, Edie comenta sobre uma menina africana de 13 anos, a quem ela está ensinando a ler, com dificuldade. Crow, essa menina, tem dislexia, e uma tendência a se vestir de formas bem diferentes do que estamos acostumados a ver por aí, com direito a asinhas de fadas e saias de tutus.

Como o destino gosta muito de reservar surpresas, Crow acaba entrando na vida dessas amigas. E acontece que ela ama o mundo da moda e faz os desenhos e peças mais lindas que alguém já viu. Nonie, que acaba duvidando que um dia possa entrar para este universo tão disputado, acaba ajudando a menina, junto com suas amigas, a partir do momento em que seus modelos vão ficando cada vez mais famosos – até na alta sociedade do cinema.

Acontece que a vida pessoal de Crow é muito misteriosa. Ela anda sempre meio cabisbaixa, vive para costurar modelos, mora com sua tia e não fala muito sobre seus pais, que estão na África cuidando de um campo de concentração. Porém, o que essas três amigas não sabem, é que Crow guarda segredos, mágoas e tristezas muito fortes de sua época em Uganda, quando coisas impensáveis aconteceram com crianças da sua aldeia.

Linhas Livro Sophie Bennett resenha

Me impressionei com o andamento deste livro. É verdade que, em sua maioria, ele aborda assuntos superficiais (a partir do meu ponto de vista), como moda, estilo, desfiles e pessoas famosas. São assuntos que encontramos facilmente em vários livros do gênero. Porém, o diferencial de Linhas é essa abordagem às Crianças Refugiadas de Uganda, e como as três amigas agem quando descobrem o que acontece por lá, e o que aconteceu com Crow.

A protagonista é uma personagem que tinha tudo pra ser chata e esnobe, mas não é. Ela fala de forma engraçada e bem humorada sobre a sua situação de não conseguir emprego nem para servir chá para celebridades, quem dirá desenhar uma coleção ou ganhar a vida como modelo – partindo do princípio que ela não sabe desenhar e não tem maçãs do rosto.

O desenrolar não é surpreendente, mas reserva algumas surpresas bem agradáveis. A autora soube guardar os melhores momentos para as horas certas, sem revelar tudo de antemão para o leitor. Além disso, algumas partes não puderam ser previstas, e tiveram um desfecho totalmente diferente do que a história dava a entender – outro ponto positivo, pois não é previsível como tantos livros do gênero.

Linhas Livro Sophie Bennett resenha

Linhas Livro Sophie Bennett resenha

Além disso, vale ressaltar que o projeto das Crianças Invisíveis, que começa com a personagem Edie e se expande com a ajudinha das amigas, existe na vida real. A autora comenta sobre como ajudar e como conhecer mais sobre o caso dessas crianças africanas. Ou seja, é ficção misturada com uma realidade que precisa ser vista. Preciso dizer que amei?

Por fim, acredito que Linhas não é um livro com uma história genial e inovadora, mas é uma ótima opção de entretenimento, principalmente para quem é do ramo ou simplesmente gosta de moda. Eu gostei, e com certeza vou partir para Brilhos, a continuação que conta um pouquinho mais sobre Nonie, Edie, Jenny e a pequena Crow.

POSTS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Responder

    Beatriz Cavalcante

    04/05/2017

    Eu também tenho esse livro de aluma bienal e como estava baratinho eu comprei os dois. Vi que tem um terceiro volume que nunca chegou aqui. :(((

    Também achei o livro muito bom para passar o tempo apesar de não ser uma história tipo: uaaau! HAHAHA

    Beijos!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      22/05/2017

      Sim, tem um terceiro livro, que eu imagino ser o último. Estava até pensando em comprar em inglês pra saber o resto da história, mas não achei pra comprar físico 🙁

      Beijo!

ESCREVA UM COMENTÁRIO