Suzanne Collins – Em Chamas: Jogos Vorazes, volume 2

jogos vorazes

Em Chamas
Trilogia Jogos Vorazes, livro 2
Suzanne Collins
Editora Rocco, 2011
416 páginas

Compre o livro pelo Submarino clicando aqui.

Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Os jogos completam 75 anos, momento de se realizar o 3º Massacre Quaternário, uma edição da luta com regras ainda mais duras, que acontece a cada 25 anos. Katniss e Peeta, então, se veem diante de uma situação totalmente inesperada e, dessa vez, além de lutar por suas próprias vidas, terão que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem.

Se você, assim como eu, não imaginou que os jogos pudessem ser apenas o começo de uma grande revolução: surpresaaa! Em Chamas começou de uma forma morna, e acompanhamos Katniss e Peeta, os vencedores do último jogo, visitando todos os Distritos e apresentando-se como os vencedores que são. A coisa toda é uma falsa alegria perante a Capital. Porém, o verdadeiro sentimento que se vê em todos os Distritos é ódio. Ódio por um sistema que oprime, que mata, todos os anos, 2 jovens de cada Distrito, com exceção de um vencedor, que permanece vivo. Só que no último jogo, foram dois vencedores: os amantes desafortunados do Distrito 12.

Portanto, Katniss foi contra a Capital ao subestimá-los, ao enfrentá-los e ignorar suas leis há mais de setenta anos seguidas à risca. E a Capital não gosta quando as pessoas de Distritos o fazem de ridículos. Katniss, obviamente, está em uma grande encrenca. Não posso contar mais do que isso sobre a história, pois qualquer detalhe pode ser um spoiler para você que ainda não leu os livros nem assistiu os filmes. Porém, só imagine: a confusão fica cada vez mais complicada!

Talvez o fato de eu ter lido a trilogia Jogos Vorazes na sequência de outra série do mesmo estilo tenha me cansado um pouco; e certamente pelo fato da série de Suzanne Collins ser bastante complexa, cheia de personagens, artimanhas e segredos tenha feito com que eu me sentisse um tanto quanto de saco cheio neste segundo livro. A parte em que descreve-se a passagem dos vencedores por todos os Distritos é bastante cansativa, mas Suzanne foi inteligente em não descrever tudo, cada um por si. Quando a narrativa começa a cansar, a autora resume tudo e aparece com uma surpresa aos leitores. Que, é claro, não posso dizer qual é.

Em Chamas, que começa mais fraquinho, termina de forma bombástica. É impossível não grudar nas páginas, a partir da metade para o fim, pois a história fica cada vez melhor. Apesar de tudo, Jogos Vorazes continua, no segundo livro, sendo uma trilogia digna de todo o sucesso que conquistou.


Essa leitura faz parte da Maratona Literária #EuSouDoideira, realizada pelo blog Carneirismo com a colaboração do Fluffy. A ideia era ler 5 livros em 15 dias e, além disso, escolher uma música para se adequar a cada leitura realizada. Em Chamas foi o quarto livro da maratona e escolhi para esse segundo volume de Jogos Vorazes a música “Rue’s Lullaby“, uma música composta especialmente para o filme, com um tema que está no livro. Não posso contar o motivo de ter optado por essa canção, pois isso seria um spoiler. Mas a atmosfera triste, a profundidade e a emoção expressas na letra, na voz e na melodia me fizeram ter certeza que essa é a música certa para esta leitura.

Ouça a música:

POSTS RELACIONADOS

9 comentários

  1. Responder

    Amanda Almeida

    setembro 17, 2014

    Oi de novo Gabi.
    Esse foi é o meu livro favorito da trilogia, mesmo no inicio sendo meio chato. O que me chama a atenção é que alguns segredos obscuros vão sendo revelados, e conseguimos perceber um pouco do que está por trás de tudo isso. Enfim, você já assistiu o filme? Ficou muito bem adaptado, mesmo com algumas mudanças.
    Abraços,
    Amanda Almeida

    • Responder

      Gabi Orlandin

      setembro 17, 2014

      Ainda não vi o filme, Amanda, e estou me coçando de vontade de ver! Só consegui conferir o primeiro, e já achei muito bem adaptado. Sempre tem mudanças das páginas pra tela, né, então tem coisas que a gente pode perdoar. Mas também temos que bater palmas quando um filme é bem adaptado.
      Vou ver se assisto logo pra contar o que achei.
      Beijos.

  2. Responder

    Carla Vieira

    setembro 17, 2014

    Adorei a resenha Gabi [heart] Eu só assisti ao filme e chorei tanto na tal cena que eu não posso falar por motivos de spoiler rsrs

    • Responder

      Gabi Orlandin

      setembro 17, 2014

      Sobre a tal cena, eu chorei no livro. Ainda não vi o filme, mas prevejo que vou me atolar em lágrimas de novo 🙁

  3. Responder

    alice

    setembro 17, 2014

    eu não era afim de ler esse livro, mas depois de mt tempo e várias resenhas positivas to pensando em ler jogos vorazes logo. e todo mundo sempre fala que em chamar é melhor.

  4. Responder

    Beatriz Cavalcante

    setembro 17, 2014

    Estou lendo em chamas agora e realmente esse começo está bem cansativo. Assim como em jogos vorazes, achei o começo meio chatinho. É muita descrição que eu acho que não precisa. Tipo descrever o carneiro que a katniss tanto ama comer ou falar sobre uma lama na bota úmida. Isso as vezes cansa. hahaha

    Enfim, não posso falar muito do livro já que estou só no comecinho, mas se for como no filme lá pro meio fica tipo omggg! e ai você vai lendo sem parar.

    E eu achei meio chato o que vai ser feito para amenizar a confusão. Por eles serem tão contra a capital, fazer algo que não quer é meio que sempre fazer o mesmo de sempre e abaixar a cabeça para a capital. Mas entendo que ninguém é louco de cometer loucuras e ser morto no mesmo momento.

    Mas essa semana saiu o trailer de a esperança e sim, eles deixaram de fazer tudo que a capital manda e acho que vai ser bem mais interessante ler o último livro. Eu pelo menos estou doida paraterminar logo e partir para o ultimo livro. hehe

    Beijos!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      setembro 17, 2014

      É revoltante mesmo que o povo dos Distritos de curvem perante a Capital, né? Ofereçam coisas a eles, como coisas básicas de sobrevivência sem receber nada em troca. Eu me revoltaria muito, mas acho que acabaria fazendo o mesmo, por medo de levar um tiro na cabeça… Acho que você vai gostar muito do terceiro livro justamente porque ele dá uma volta nisso tudo. Estou louca pra saber como eles fizeram essas cenas no filme, tenho que assistir!
      Beijo.

  5. Responder

    Renata Carvalho

    setembro 17, 2014

    Pensa numa pessoa que começou lendo esse livro deitada, despreocupada, e terminou lendo sentada, pasma, mal conseguindo acreditar no que tinha acontecido. Essa sou eu!
    Esse livro entrou para a minha lista dos finais mais bombásticos de todos. Daí sim fui surpreendida novamente! 😛

    Como sempre, o começo meio cansativo, mais uma vez situando o leitor na história, e é só depois que a ação começa, adorei!

    E você não poderia ter escolhido música melhor para esse livro. A música combina direitinho com aquela cena </3

    Beijos,
    Livro de Memórias

  6. Responder

    Michelle

    setembro 18, 2014

    Estou gostando bastante da série (ainda não li “Esperança”). Acho que equilibra bem os dramas pessoais e os conflitos da população. Só o que me irrita é o Peeta. Meu Deus, que enjoativo! Mas já me disseram que o último livro tem grandes revelações então veremos. A coitada da Katniss é o azar em pessoa, né?
    beijo

ESCREVA UM COMENTÁRIO