Vanessa Martinelli – As crônicas de Fiorella

crônicas saraiva

Prêmio Saraiva de literatura juvenil de 2014:

As crônicas de Fiorella • Tempo de chuvaMinha vida é um blog aberto


Resenha do livro As crônicas de Fiorella

As crônicas de Fiorella
Vanessa Martinelli
Editora Saraiva, 2015
112 páginas

Saraiva

Vida de adolescente não é moleza. Novas responsabilidades, hormônios, o adeus à infância e a entrada na vida adulta: todos têm suas boas e más recordações desses momentos – e quem ainda não tem não perde por esperar! Com Fiorella não é diferente. Ela é uma menina comum, com pais divorciados, que vive com o irmão e a mãe e vai à escola todos os dias. Ah, ela também tem uma melhor amiga, a Flávia, e uma forte queda por pasta de chocolate. A partir das crônicas narradas por ela neste livro, grande vencedor do 1º Prêmio Saraiva na categoria Literatura Juvenil, você vai se divertir e emocionar com o amadurecimento da personagem.

Vanessa Martinelli foi a ganhadora do prêmio Saraiva de literatura juvenil de 2014, tendo seu novo livro publicado pelo selo em 2015. Podemos perceber, pelos textos bem escritos da autora, o porquê ela ficou com o primeiro lugar. As crônicas de Fiorella é uma coletânea de crônicas, como diz o título, que contam toda a trajetória de uma adolescente para a vida adulta – ou quase isso.

Como psicóloga, a autora entende o mundo adolescente. Há quem diga que é fácil, pois os adolescentes não têm responsabilidades e tudo o mais, mas a coisa é bem ao contrário disso. É nessa fase da vida em que nos preocupamos com nossa imagem e com garotos (ou garotas). É nessa fase que nos encontramos no meio do caminho entre uma criança e um adulto. Ou seja: é a fase das dúvidas, de não se aceitar e bem. É a adolescência, afinal de contas, e todos sabemos como é isso.

A verdade é que quase todo adolescente tem os mesmos sintomas: eles precisam ter tudo por uma questão de vida ou morte, acham que qualquer espinha é um vulcão prestes a entrar em erupção, seus corpos geralmente são enormemente fora dos padrões aceitos, e por aí vai. Fiorella, pelo menos, é uma dessas garotas. Filha de pais separados e irmã de um nerd, ela vive na classe média e tem dúvidas, muitas dúvidas em relação a si mesma. Então, você já sabe o que esperar deste livro e de todas essas crônicas.

O texto da autora é maravilhosamente bem escrito, e é muito, mas muito impossível largar essa leitura pela metade! As crônicas são divididas em partes, e todas as pequenas histórias se juntam formando uma narrativa praticamente linear. De forma geral, este pequeno livro é agradável e vai lhe proporcionar horas muito divertidas. Porque uma coisa é certa: Fiorella vai arrancar várias risadas – ou até gargalhadas – do mais sério leitor!

POSTS RELACIONADOS

4 comentários

  1. Responder

    Tainara

    fevereiro 15, 2016

    Eu tinha ouvido falar. Parece um amor! Estou doida para ler. E tendo sido escrito por uma psicóloga, acredito não ter estereótipos, não é? Isso me irrita muito. Com certeza vou ler. [love]

    http://www.flordejupiter.com/

    • Responder

      Gabi Orlandin

      fevereiro 26, 2016

      Tainara, a autora mostra a adolescência de forma bem direta, sem preconceitos, sem ideias pré-concebidas. É muito engraçado e muito real. Você vai gostar.
      Beijos.

  2. Responder

    Vanessa Martinelli

    fevereiro 29, 2016

    Amei a resenha! Muito bem escrita e fundamentada. Deu gosto de ler. Muito obrigada pelas doces palavras. Abraço!

    Vanessa

    • Responder

      Gabi Orlandin

      março 1, 2016

      Oi, Vanessa!
      Fico bem feliz que você tenha gostado.
      Abraços, Gabi.

ESCREVA UM COMENTÁRIO